RAÍZES RASTA

Raízes Rasta em 2004: Briel, Rubinho, Weber, Pigo, Glauber e Mau

Banda de reggae. A ideia de se montar esta banda nasceu em 1998, quando os amigos Maurício (teclado), Pigo Brayner (vocal e guitarra) e Gabriel (bateria) se juntaram para tocar numa festa de aniversário. Dessa apresentação surgiu o convite para tocarem num bar. Foi aí que chamaram Glauber (percussão) e Webber (baixo) para reforçar o grupo e definiram o nome. A estreia dos quatro aconteceu no Bar da Praia, em um show com covers dos conjuntos O Rappa e The Doors. Depois, substituindo Rafael, entrou Rubinho (guitarra). Com essa formação, desenvolveram um trabalho próprio e abriram shows na região para bandas como Taska, Salvação, Tribo de Jah, Negril e Natiroots. Chegaram a tocar com Júnior Marvin (ex-Bob Marley), mas também dividiram o palco com grupos de maracatu, rock e blues. Em novembro de 2000, já com música própria do grupo (Sol de Luz, composta por Pigo), o grupo foi levado a excursionar por Santa Catarina, onde tocou em Itapema; fez show na praia, em Porto Belo, para mais de duas mil pessoas, e também se apresentou no Tribo da Lua, em Florianópolis. Em 2001 – ano em que foi eleita “Banda Revelação”, em votação feita pela Internet –, a Raízes lançou seu primeiro CD, com as composições: Da Cor da Pele, Dinheiro, Campo Minado e Mago do Universo (compostas por Pigo), Sol de Luz (de Maurício), e Te Fazer Feliz (letra de Gabriel e música do grupo). Sol de Luz, a música de trabalho do grupo, foi incluída também em um CD gravado pela Cooperativa do Reggae e Forró (Record/Universal), com tiragem inicial de 50.000 cópias, e serviu como trilha sonora para um recente comercial veiculado pela TV Globo. No ano de 2001, a Raízes Rasta esteve presente em alguns dos principais eventos do reggae no País, com destaque para o Vitória em Paz – o maior festival do gênero no Estado do Espírito Santo – para o Melhores do Ano 2001 – festa promovida pela Rádio Imprensa FM e programa Circuito Universitário, que culminou com o prêmio de Banda Revelação do Ano, com a música Luz do Sol. Em 2002, a banda teve o privilégio de se apresentar em algumas das principais casas de shows do Brasil, como o Canecão, do Rio de Janeiro, e o Credicard Hall, em São Paulo. Também já se apresentou em vários programas da TV Educativa de Jundiaí, no Tchambers (EPTV Campinas, ao vivo), Antenado (MTV Japão) e em entrevistas na Band Regional e TV Aliança (Globo). Seu trabalho também tem sido divulgado em algumas das rádios mais ouvidas no Brasil, como a 89 FM (Rádio Rock), a Transamérica (programa Transa Reggae, ES) e a Imprensa FM, e com bastante constância, ainda, na 99 FM (Camburiú-SC), na Dumont FM, na Nativa FM, na Juréia FM e na Brasil 2000. Em 2003, a banda lançou o seu segundo CD, trazendo as músicas do primeiro e mais: Atitude (música título), Força e Fé, Beleza da Natureza, Sentimento Rasta, Esse meu sonho – todas de Pigo Brayner – e Onde está o erro, composta por Maurício. Formação do grupo, em 2004: Weber Schoroeder (baixo), Pigo (vocal e composições), Glauber Mariano (percussão), Gabriel Denardi (bateria), Maurício Nascimento (voz e teclado) e Rubens Pechiari Jr., o Rubinho (guitarra).

Encontrou algum erro?

Envie uma correção

EFEMÉRIDES
Em 17 de julho de ...
1892 Nascia em Castel Viscardo, Itália, o músico Odorico Stefani.
1918 Nascia em Jundiaí o ator e comediante Gentil Bervert.
1929 Nascia em Jundiaí o advogado, poeta e cantor João Lopes de Camargo.
1988 Falecia em Jundiaí, aos 59 anos, o músico e desenhista autodidata Leonardo Scarpim (Nardinho).
1996 Falecia em Jundiaí, aos 89 anos, o odontólogo e músico Isaac da Silva Bellini.
1997 Falecia em Jundiaí o cantor, compositor e cineasta Moacyr de Almeida Ramos.

Saiba mais sobre estes e outros personagens, instituições e fatos ligados às Artes, à Cultura e à História de Jundiaí navegando pela nossa Enciclopédia Digital.

Acompanhe nossas Redes sociais
Parceiros

Copyright © 2021 Jundipedia. Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por PROJECTO