TOMANIK, EDUARDO

(Petrópolis-RJ, 24/4/l875 +Jundiaí, 30/8/1936) – Ferroviário e incentivador da cultura. Eduardo Tomanik fez seus estudos no Colégio D. Pedro II, no Rio de Janeiro, destacando-se desde o curso primário, em cuja conclusão recebeu condecoração especial, entregue pessoalmente pelo Imperador Pedro II, como o melhor aluno de sua turma. Ainda jovem, mudou-se para Jundiaí, como funcionário da Companhia Paulista de Estradas de Ferro. Em 1900, tornou-se um dos fundadores do Grêmio e, posteriormente, também ajudou a fundar a Cooperativa dos Empregados da Cia. Paulista. Amante das artes em geral e, particularmente, da música, dedicou-se ao violino e ao bandolim e fez parte orquestra que animava as sessões do antigo Cine Ideal, na época do cinema mudo. Também liderou um conjunto musical, do qual fizeram parte: José Rodrigues Pereira (flauta), José Joaquim de Godoy (violoncelo), Tomanik, Paulo Bartolomei e Nicola Sciamarelli (bandolins), Juvenal Tracci e Juca dos Santos (violões) e José Correia da Silva (contrabaixo). Em 1932, esteve à frente do grupo fundador da Sociedade Jundiaiense de Cultura Artística, da qual veio a ser o primeiro presidente.

Encontrou algum erro?

Envie uma correção

EFEMÉRIDES
Em 22 de abril de ...
1934 Nascia em Jundiaí a professora e musicista Janet Ferreira Prado.
1966 Nascia em Jundiaí a jornalista, advogada, professora universitária e escritora Kátia Raquel Bonilha Keller.
1970 Nascia em Ouro Verde-SP o ator Vanderlei Dias de Oliveira.  

Saiba mais sobre estes e outros personagens, instituições e fatos ligados às Artes, à Cultura e à História de Jundiaí navegando pela nossa Enciclopédia Digital.

Acompanhe nossas Redes sociais
Parceiros

Copyright © 2021 Jundipedia. Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por PROJECTO