SANTOS FILHO, JOÃO FERREIRA DOS

Getulina-SP, 5/4/1959 – Músico. Apelido: Joãozinho. Filho de João Ferreira dos Santos e Regina Pereira dos Santos. Joãozinho veio para Jundiaí ainda criança e aqui aprendeu a tocar violão, frequentando rodas de amigos. Aos dez anos, incentivado pela amiga Lúcia Moura,  começou a se apresentar em público, tocando na Igreja de Santa Terezinha (Vila Rio Branco). e também fazendo parte do conjunto musical Thratto, então liderado por Maurílio de Cayres, que mais tarde fundaria na cidade a Cia. Teatral Rick & Kelly. Joãozinho viajou com esse grupo para várias cidades do interior do Estado de São Paulo e de Minas Gerais, se apresentando em shows e em eventos culturais. Do Thratto, ele passou para o grupo Zat Show, uma mini-orquestra da qual faziam parte vários componentes da Banda São João Batista e outros da Orquestra City Swing, como Messiedes Bego, Toninho Gaino, Toninho Tonelli, José Armando, entre outros. Quando o Zat estava para encerrar as atividades, Joãozinho assumiu a sua direção, juntamente com José Armando, e os dois mudaram o nome do grupo para 100 Censura. Alguns anos depois, devido a problemas internos, Joãozinho deixou a banda para tentar a carreira-solo, mas se deparou com a dificuldade para fechar contratos, devido à falta de equipamentos Foi quando apareceu o tecladista Jorge Murari e lhe disse: “Hoje você vai tocar no Mirante, às 19h, e o som vai estar ligado para você. Estou tocando lá e arranjei pra você também.” Com essa força do amigo, Joãozinho seguiu tocando e cantando e, por fim, conseguiu comprar sua própria aparelhagem, com a qual pode seguir a carreira sem mais problemas. Chegou a fazer parceria com o músico Daniel, um apresentando MPB  e o outro repertório internacional e também prestou serviços avulsos a conjuntos bastante conhecidos, como a Grife do Samba, o Amigos do Choro e o Samba e Água Fresca. Aos sábados à tarde, costumava se reunir com Vandão, Cláudio, Almir do Cavaco e outros músicos no Bar do Joãozinho (seu xará) para “aquecerem” suas vozes e instrumentos para os compromissos noturnos. Tião Maria (falecido em 2006) também participava desses encontros, com seu bandolim, e depois partiam todos para o trabalho em barzinhos, lanchonetes, pizzarias, casamentos, aniversários etc.

Encontrou algum erro?

Envie uma correção

EFEMÉRIDES
Em 24 de junho de ...
1905 Nascia em Jundiaí o ator Pompeu Perdiz.
1912 Nascia em Itatiba Luiz Latorre, empresário e ex-prefeito de Jundiaí.
1946 Entrava no ar a Rádio Difusora Jundiaiense.
1971 Nascia em Jundiaí a artista plástica Leila Alves Lopes.

Saiba mais sobre estes e outros personagens, instituições e fatos ligados às Artes, à Cultura e à História de Jundiaí navegando pela nossa Enciclopédia Digital.

Acompanhe nossas Redes sociais
Parceiros

Copyright © 2021 Jundipedia. Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por PROJECTO