SILVA, ALEXANDRE LUÍS DA

(Jundiaí, 16/12/1971) – Artista plástico. Assina Alex Roch. Graduado em Direito e em Educação Artística, Alex dedica-se à pintura e à escultura, além de realizar performances teatrais. Interessado por arte desde a infância, aos 13 anos foi estudar técnicas de pintura com a professora Cecília Regina da Silva Tavares e expressão corporal na Escola Art Dança. Em 1984 e 1985 esteve sob orientação dos professores Siro e Sueli, na Oficina de Arte e Criatividade, de São Paulo. Em 1992 continuou frequentando oficinas e cursos livres, como a Avesso Perfeito, onde aprendeu tapeçaria com a professora Neide Fantini. Em 1996 cursou Reciclagem de Móveis e Texturização de Paredes, no Senac/Jundiaí, sob orientação da professora Vânia Amaral. Depois de ingressar na Faculdade de Educação Artística da Pontifícia Universidade Católica de Campinas, participou de oficinas culturais para pessoas de necessidades especiais e do Congresso de Arte e Educação Inclusiva, realizados pelo Sesc/Pompeia; da Semana de Estudos de Arte de 1998, na própria Puccamp; de oficina de escultura com Liana Rischiotto, em Jundiaí (1999), e de nova oficina de tapeçaria, com a professora Neide Fantini, na Avesso Perfeito (2000). Como acadêmico de Educação Artística, participou de diversas coletivas no Espaço Planet, na galeria In Touch e no Instituto Agronômico de Campinas, e recebeu Menção Honrosa no V Salão de Arte Contemporânea da Puccamp. Como acadêmico de Direito, tomou parte em duas exposições promovidas pelo Diretório Acadêmico da Fadipa, conquistando na primeira delas (1999) o 1º lugar na modalidade Escultura. Outras exposições: 1999 – Tempo de Mulher – Individual na Choperia Coral 2000 (Francisco Morato-SP); 2000 – Mapa Cultural Paulista/Fase Municipal (Casa da Cultura de Jundiaí); Arte da Cidade (Centro de Exposições Cecília Meirelles/Complexo Cultural Argos, Jundiaí); Brasil 500 e 2000 (Jundiaí); Fragmentos – Individual (Espaço Cultural Olga, Itaim Bibi, São Paulo); Abstractus – Individual na Choperia Coral 2000 (Francisco Morato-SP); 2001 – Resíduos de Uma Súplica – Núcleo Olho Latino (Sesc/Piracicaba e Centro de Exposições Cecília Meirelles/Jundiaí); Coletiva inaugural da Oficina Cultural, Jundiaí); Pinacoteca Municipal Miguel Ângelo Pucci (Franca-SP); Arte do Novo Século (Centro de Exposições Cecília Meirelles/Complexo Cultural Argos, Jundiaí); Coletiva inaugural da Casa das Artes (Jundiaí); 1ª Bienal Nacional de Gravura – Núcleo Olho Latino (Sesc/Piracicaba-SP e Instituto Agronômico de Campinas-SP); Grabados e Gravuras – Bienal Latino-Americana de Gravura (Pinacoteca Municipal Miguel Ângelo Pucci, Franca-SP); Bienal do Esquisito (Sesc/Campinas-SP); Desfile Moda da Antimoda (Sesc/Campinas-SP); 2002 – Coletiva de Arte na 25ª Festa da Uva (Jundiaí); Sugestões Visuais para uma nova geração (Espaço Cultural Santa Catarina, São Paulo, e Pinacoteca Municipal Constâncio Cintra (Amparo-SP)) Álbum de Gravura Poderes (Galeria de Arte Gravura Brasileira, Jardins,  São Paulo), Recados Para um Rato – Núcleo Olho Latino (Centro de Convivência, Campinas-SP); Dezoito motivos para ver arte (Shopping Paineiras, Jundiaí); Coletiva no Dia do Trabalhador (Parque Currupira, Jundiaí); XXXIV Coletiva do Centro Cultural Tao Sigulda (Campo Limpo Paulista-SP), Arte do Novo Século (Centro de Exposições Cecília Meirelles/Complexo Cultural Argos, Jundiaí); Gravura Internacional (Palacete Levi, Limeira-SP); 2ª Mostra Internacional de Gravura – Brasil  e Japão (Galeria Garatuja, Atibaia-SP); XXVII Semana de Portinari – Gravura & Brasil (Museu Casa de Portinari, Brodowski-SP); Gravura Internacional (Centro Cultural Roberto Palmares, Rio Claro-SP); Mentos – Individual retrospectiva (Museu Histórico Cultural de Jundiaí); Gravura & Brasil (Pinacoteca Municipal Miguel Ângelo Pucci, Franca-SP); XIII Jarinu Artes (Centro de Convivência do Idoso, Jarinu-SP); Aspectos (Galeria do Circulo Militar, Campinas-SP); Arte essência da vida (Café Brasil, Jundiaí); XI Sindicon Arte – homenagem aos Artistas do Núcleo Olho Latino (Campinas-SP); XXXV Coletiva do Centro Cultural Tão Sigulda (Campo Limpo Paulista-SP); Homenagem ao Artista Paulo Cheida Sans e lançamento da camiseta Gravura 25anos (Puccamp, Campinas-SP); Bienal Internacional de Gravura (Pinacoteca Municipal Constâncio Cintra, Amparo-SP e Galeria Arlindo Daibert/Centro Cultural Bernardo Mascarenhas, Juiz de Fora-MG); Exposição de painéis na Semana de Drumond (Espaço Cultural da Fatec/Jundiaí); Síntese II (Academia Campinense de Letras); Performance Gravatá, Gravata (Academia Campinense de Letras); Exposição de Presépios – Grupo Tramart (Museu Histórico e Cultural de Jundiaí); 2003 – Amantes – Individual (Centro de Exposições Cecília Meirelles/Complexo Cultural Argos, Jundiaí); A Infância de um Néscio (Espaço Cultural Vinhedo-SP); Narração visual de um momento inefável (Sesc/Campinas-SP); III Mostra Internacional de Gravura (Espaço Garatuja, Atibaia-SP); Mapa Cultural Paulista/Fase Municipal (Centro de Exposições João Guimarães Rosa/Complexo Cultural Argos, Jundiaí); Arte do Novo Século (Centro de Exposições João Guimarães Rosa/Complexo Cultural Argos, Jundiaí); II Bienal do Esquisito (Sesc/Campinas-SP); Exposição de painéis na Semana de João Cabral de Melo Neto (Espaço Cultural da Fatec/Jundiaí); Gravura Artística (Academia Campinense de Letras); II Bienal Internacional de Gravura 2002/2003 (Juiz de Fora-MG); Sementes – Individual (Café Brasil, Jundiaí); Mostra de Pintura DDS/SESI (Espaço Cultural CAT/Jundiaí); VII Grabados e Gravuras – Bienal Latino-Americana de Gravura; (Espaço Planet/Puccamp, Campinas-SP; XXXVI e XXXV Coletivas do Centro Cultural Tao Sigulda (Campo Limpo Paulista-SP); Artefatos – Design de objetos natalinos (dupla individual: Alex Roch e Felipe Fhor); 2004 – Mapa Cultural Paulista/Fase Estadual (Indaiatuba Clube, Indaiatuba SP); Quem Avisa Amigo é (Sesc/Campinas-SP);  Imagens – Individual  (Espaço Cultural CAT, Sesi/Jundiaí); Gravura (Galeria do Círculo Militar de Campinas-SP); Curadoria da exposição Faces – Releituras de retratos de Picasso, com participação de alunos do 1º Ciclo do Ensino Fundamental (Espaço Cultural CAT, Sesi/Jundiaí); Campinas (Túnel da Fepasa, Campinas-SP; curadoria: Paulo Cheida Sans); 4ª Mostra Internacional de Gravura  (Espaço Garatuja, Atibaia-SP); Aspectos da Gravura Internacional (Sesc/São Carlos-SP); As Mil e Uma Noites (Centro de Exposições do Parque Municipal Comendador Antonio Carbonari, Jundiaí); Se tens algemas nas mãos, por que não ergues os braços? (Espaço Cultural CAT, Sesi/Jundiaí); 1– Um minuto antes (Centro de Exposições do Parque Municipal Comendador Antonio Carbonari, Jundiaí).

Encontrou algum erro?

Envie uma correção

EFEMÉRIDES
Em 22 de abril de ...
1934 Nascia em Jundiaí a professora e musicista Janet Ferreira Prado.
1966 Nascia em Jundiaí a jornalista, advogada, professora universitária e escritora Kátia Raquel Bonilha Keller.
1970 Nascia em Ouro Verde-SP o ator Vanderlei Dias de Oliveira.  

Saiba mais sobre estes e outros personagens, instituições e fatos ligados às Artes, à Cultura e à História de Jundiaí navegando pela nossa Enciclopédia Digital.

Acompanhe nossas Redes sociais
Parceiros

Copyright © 2021 Jundipedia. Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por PROJECTO