RODRIGUES, JAYME

(Jundiaí, 1909 +26/1/1990) – Patrono da Faculdade de Medicina de Jundiaí. Filho de imigrantes espanhóis, sendo o pai trabalhador da Cia. Paulista de Estradas de Ferro, Jayme Rodrigues não gozou de regalias para empreender os estudos que o levaram a se projetar como um dos grandes nomes da Medicina no Estado de São Paulo. A determinação em seguir esta carreira o acompanhou desde o curso primário, quando estudou no Grupo Escolar Conde do Parnaíba, se destacando com o 1º lugar em sua turma. Em seguida, cursou o ginasial na Escola Técnica de Comércio Prof. Luiz Rosa, diplomando-se como guarda-livros. Com o exercício desta profissão, concluiu o curso secundário no Colégio Oswaldo Cruz e, em seguida, prestou o exame de ingresso na Faculdade de Medicina de São Paulo, obtendo  a sua vaga com a segunda colocação. Já no quarto ano de faculdade, Jayme Rodrigues passou a integrar o quadro de internos do hospital da Beneficência Portuguesa, estagiando sob orientação dos drs. Bento Ferraz e Benedito Montenegro. Em 1933, ao se doutorar, foi efetivado como médico da Beneficência Portuguesa, entidade que, depois, veio a tê-lo como seu diretor e presidente por vários mandatos consecutivos. Também, no limiar de sua carreira, teve papel decisivo no processo de implantação do Hospital Sorocabana e do respectivo pronto socorro, sendo, em ambos, nomeado como primeiro diretor. Ainda nessa época, atuou na “6ª Medicina de Homens” da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo, trabalhando ao lado do mestre doutor Celestino Bourroul. Em 1947, após um curso de especialização em gastroenterologia na Maio Clinic, da Rochester-USA, foi convidado a fazer parte da equipe médica daquele hospital, mas declinou, preferindo aplicar seus conhecimentos no Brasil. Como cirurgião, gozou de invejável reputação na comunidade científica, chegando a fazer parte do Colégio Brasileiro e do Colégio Internacional de Cirurgiões, com sede em Coimbra. No final dos anos 60, a convite do prefeito Pedro Fávaro, Dr. Jayme respondeu pelos estudos que culminaram na criação da Faculdade de Medicina de Jundiaí, a qual foi instalada em 1969, como autarquia municipal, sendo mantida sob sua direção até o final de 1989. Graças ao seu prestígio, vieram dar aulas na FMJ alguns dos mais renomados mestres da capital, valendo isto para que a escola fosse reconhecida pelo Conselho Estadual de Educação já no quarto ano de funcionamento. Nos anos 90, a partir da reforma de sua estrutura jurídica, a entidade mantenedora da Faculdade de Medicina de Jundiaí passou a denominar-se Fundação Dr. Jayme Rodrigues, em homenagem ao primeiro diretor.

Encontrou algum erro?

Envie uma correção

EFEMÉRIDES
Em 21 de junho de ...
1912 Nascia em Jundiaí o carpinteiro e escritor Donato Rullo.
1926 Era fundada em Jundiaí a Associação Esportiva Jundiaiense.
1943 Nascia em Jundiaí a pintora e arte-educadora Sueli Ferreira.
1960 Nascia em Jundiaí a artista plástica Helena Beatriz Galvani.
1961 Nascia em Jundiaí o poeta e romancista José Carlos Zâmbolli.
1981 Nascia em Jundiaí a bailarina Marcela Molena.

Saiba mais sobre estes e outros personagens, instituições e fatos ligados às Artes, à Cultura e à História de Jundiaí navegando pela nossa Enciclopédia Digital.

Acompanhe nossas Redes sociais
Parceiros

Copyright © 2021 Jundipedia. Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por PROJECTO