RIBEIRO JÚNIOR, JOÃO

Jundiaí, 10/4/1939, +Piracicaba, 10/3/2023 – Professor, jornalista, poeta, contista, ensaísta e pintor. Filho de João Ribeiro e Elvina Bomeisel. Bacharel em Ciências Jurídicas pela Universidade de São Paulo, professor licenciado em História e em Ciências Sociais, mestre em Filosofia, doutor em Educação e Especialista em Direito Processual Civil pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas e Especialista em Direito Constitucional pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, João Ribeiro Júnior acumulou com o exercício do magistério em nível superior intensa participação em atividades artísticas. Depois de ter sido titular de várias cátedras nas Faculdades de Comunicação, História e Filosofia da Pontifícia Universidade Católica de Campinas, até aposentar-se, prosseguiu no magistério, lecionando Ciência Política e Teoria Geral do Estado e Direito Constitucional na Faculdade de Direito da Universidade São Francisco; foi professor do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu das Faculdades de Economia e Administração de Empresas Padre Anchieta e professor do Curso Superior de Tecnologia em Hotelaria, no Centro de Educação em Turismo e Hotelaria de Águas de São Pedro. Na USF, foi presidente do Núcleo de Pesquisa e Seminários; membro do Conselho de Ensino e Pesquisa; membro do Programa de Pós-Graduação Lato Sensu e Stricto Sensu da Faculdade de Direito e redator-chefe da revista Direito-USF. Literatura: Sua afinidade com as letras foi revelada ainda nos tempos de estudante em Jundiaí, quando começou a colaborar na imprensa, publicando artigos pertinentes às áreas da Educação, da Cultura e da Sociologia. Paralelamente a esta atividade, que se estendeu até os anos 1980, no Jornal de Jundiaí, Jornal de 2ª Feira, Jundiaí Hoje e revista Dia & Noite, João Ribeiro deu vazão à sua veia poética e de cronista, participando da Coletânea Jundiaiense de Poesia (1964); Antologia Poética de Jundiaí (Ed. Jundiá, 1979); Momentos de Inspiração (Ed. Jundiá, 1980); Caminhando Juntos (Ed. Jundiá, 1981); Anuário Poetas do Brasil (Ed. Folha Carioca, RJ, 1981); Anuário Escritores do Brasil (Campeão G. Ed., RJ, 1982); Antologia de Poesias (USF, Bragança Paulista, 1987); Jundiaí Poética (Ed. Macro, 1989); Gravatas e Engravatados na Obra Plástica de Paulo Cheida Sans (Arte Ed. Campinas, 1989); Antologia de Poesias (USF, Bragança Paulista, 1990); Letras Acadêmicas (Ed. Literarte, Jundiaí, 1993); O Brasil Não Deu Certo (Ed. Pontes, Campinas, 1992). Passando a residir em Águas de São Pedro-SP, tornou-se fundador e diretor do jornal O Aguapedrense. São de sua autoria os seguintes livros: Sob o Signo de Eros (Ed. Jundiá, Jundiaí, 1980; edição esgotada); Ateliê da Alma (Ed. Jundiá, Jundiaí, 1981; edição esgotada); Reflexões de Um Aprendiz da Realidade (Ed. Jundiá, Jundiaí, 1982; edição esgotada); O Que é Magia (Ed. Brasiliense, São Paulo, 1982; 3ª ed., coedição com a Abril Cultural, São Paulo, 1985, e coedição com o Círculo do Livro, SP, 1990); Alberto Salles: Trajetória Intelectual e Pensamento Político (Ed. Convívio, São Paulo, 1983); Jornada nas Trevas (Ed. Jundiá, Jundiaí, 1983; edição esgotada); Grécia Mitológica (Ed. Papirus, Campinas-SP, 1984; edição esgotada); O Que é Nazismo (Ed. Brasiliense, São Paulo, 1986; 3ª edição); Pequena História das Heresias (Ed. Papirus, Campinas-SP, 1989); Ele (Um Estudo Sobre o Diabo) (Ed. Booket, Campinas, 1990; edição em disquete); Fenomenologia (Ed. Pancast, São Paulo, 1991); As Perspectivas do Mito (Ed. Pancast, São Paulo, 1992); O Que é Positivismo (Ed. Brasiliense, São Paulo, 1994; 11ª edição); Pessoa, Estado e Direito (USF, Bragança Paulista-SP, 1992; 2ª edição – Ed. Copola, Campinas-SP, 1994); Direito Constitucional Para Provas e Concursos Públicos (Ed. Acadêmica, São Paulo, 1995); Curso de Teoria Geral do Estado (Ed. Acadêmica, São Paulo, 1995); A Face Humana do Diabo (Ed. Masterbook, São Paulo, 1997); Teoria Geral do Direito Constitucional (Edipro, Bauru-SP, 1997); Constituição: Conceito, Direitos Fundamentais e Garantias Constitucionais (Edipro, Bauru-SP, 2000); Augusto Conte e o Positivismo (2000); A Mitogia Nórdica (Deuses e Heróis dos Antigos Germanos) (2000); Superstições e Crendices (2000); A Formação Pedagógica do Professor de Direito – Conteúdos e Alternativas Metodológicas para a Qualidade do Ensino de Direito (2001). Sua atividade literária estende-se, ainda, a várias publicações acadêmicas, tais como: Reflexão (Puccamp); Educação (USF); Direito-USF, Horizontes (USF); Notícia Bibliográfica e Histórica (Puccamp). Foi membro fundador e presidente da Academia Jundiaiense de Letras, na qual ocupou, durante 15 anos, a cadeira nº 7, instituída em homenagem ao cientista e escritor jundiaiense José Feliciano de Oliveira. Após sua mudança para Águas de São Pedro, transferiu-se, na A.J.L., da categoria de membro titular para a de sócio correspondente. Mantém-se como membro titular da Academia Campinense de Letras (cadeira nº 4) e também integra a Academia Jundiaiense de Letras e Ciências Jurídicas, desde que foi fundada. Artes Plásticas – A atividade de João Ribeiro nesta área remonta aos anos 50, quando fez o Curso Livre de Desenho e Pintura na Associação Paulista de Belas Artes. Participando de mostras e salões desde essa época, tanto com pinturas como com desenhos executados a bico-de-pena, em 1974 se tornou sócio-fundador da Associação dos Artistas Plásticos de Jundiaí. Participações em Salões: 1959 – 1º Salão de Belas Artes de Jundiaí; 1975 – 1º Salão de Arte Contemporânea de Jundiaí; 1º Eucat-Expo (São Paulo); 1º Salão de Arte da Expocenter (Jundiaí); 7º Salão de Arte Religiosa Brasileira (Universidade Estadual de Londrina-PR); 1º Salão de Pintura e Escultura Aplicadas à Poesia (Jundiaí); 1976 – II Salão de Arte Contemporânea (Jundiaí); 1977 – Salão Jundiaí Faz Arte – Comemorativo aos 332 anos da cidade. Exposições Individuais: 1976 – Escola Estadual Profª Ana Pinto Duarte Paes (Jundiaí); 1989 – Espaço Cultural do Diário do Povo (Campinas-SP); Galeria do Restaurante Trivial (Jundiaí); 1990 – Sede Central do Clube Jundiaiense (Jundiaí); 1991 – Espaço Cultural do Diário do Povo (Campinas-SP); 1992 – Faculdade de Direito da Universidade São Francisco (Bragança Paulista-SP). Exposições Coletivas: 1975 – I Exposição Coletiva da Associação dos Artistas Plásticos de Jundiaí; 1979 – III Exposição Coletiva da A.A.P.J.; I Encontro de Arte da Escola Técnica de Comércio Prof. Luiz Rosa (Jundiaí); 1982 – III Exposição Coletiva da A.A.P.J.; 1986 – Coletiva dos Professores de Arte da Puccamp (Prefeitura Municipal de Santa Bárbara d’Oeste-SP); Coletiva dos Professores de Arte da Puccamp (Centro de Convivência de Campinas-SP); 1994 – Artes em Águas de São Pedro; 1999 – Centro Comunitário de Águas de São Pedro (trabalhos a óleo e em bico-de-pena); Grêmio Recreativo C.P. – Exposição comemorativa do lançamento do Anuário Jundiaiense de Artes Plásticas-99. Premiações: 1975 – Menção Honrosa no 1º Salão de Arte Contemporânea de Jundiaí; Menção Honrosa no 7º Salão de Arte Religiosa de Londrina-PR. Cinema e Música – Nestas áreas, João Ribeiro registra participação como roteirista no filme Fuga, de Fernando C. Álvares, premiado no Festival de Cinema Super 8 de 1982 (Jundiaí/Campinas), e como autor do samba-enredo É Como Um Conto de Fada, apresentado pelo Bloco Azul e Branco, do Clube Jundiaiense, no Carnaval de 1990 (quando desfilou como mestre-sala, tendo ao lado sua esposa, Domingas Brandini Ribeiro, como porta-bandeira). Citações – João Ribeiro Júnior é citado na Enciclopédia de Literatura Brasileira, organizada por Afrânio Coutinho (Ministério da Educação/FAE, 1990); no Anuário Jundiaiense de Artes Plásticas-99, no Dicionário Jundiaiense de Literatura e no Dicionário Jundiaiense de Artes Cênicas, estes, de Celso de Paula (Ed. Literarte, Jundiaí, 1999). Também figurou na Enciclopédia Cultural De Paula (2006).

Encontrou algum erro?

Envie uma correção

EFEMÉRIDES
Em 21 de abril de ...
1937 Nascia em Jundiaí o cantor Jurandir Edgard Casellato.

Saiba mais sobre estes e outros personagens, instituições e fatos ligados às Artes, à Cultura e à História de Jundiaí navegando pela nossa Enciclopédia Digital.

Acompanhe nossas Redes sociais
Parceiros

Copyright © 2021 Jundipedia. Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por PROJECTO