NANO, JOÃO

Patriarca da família Nano no Brasil. Emigrado de Vicenza nos anos 1890, o italiano João Nano veio estabelecer-se em Jundiaí, onde, em 1895, se casou com a também italiana Ernesta Pizzochero, passando a residir na Vila Arens. Nesse bairro, o casal abriu uma venda de secos e molhados, que depois foi mantida por seus filhos Francisco, Frederico, Florinda, Anna, Iolanda, Guido e Gilda.  Além de propiciar a seus fregueses a prática do bocha, João Nano fazia realizar na própria venda animados saraus onde todos cantavam e dançavam ao som da sua sanfona.

Encontrou algum erro?

Envie uma correção

EFEMÉRIDES
Em 14 de junho de ...
1898 Falecia em Jundiaí, aos 56 anos, Antonio Damásio Santos, o primeiro jundiaiense nato a administrar a cidade com o título de intendente.
1912 Nascia em Jundiaí o pintor Arthêmio Matiazzo.
1924 Nascia em Milão, Itália, o fotógrafo Lívio Tagliacarne.
1928 Nascia no Rio de Janeiro a poetisa Hilda Santos da Silva.
1936 Nascia em Jundiaí o professor e engenheiro naval Dayr Schiozer.
1965 Nascia em Jundiaí a pintora Isabel Cristina Baptistella Araújo.
1986 Falecia em Jundiaí, aos 94 anos, a professora e poetisa Maria de Toledo Pontes.
2003 Falecia em Jundiaí, aos 73 anos, o artista plástico Issis Martins Roda.

Saiba mais sobre estes e outros personagens, instituições e fatos ligados às Artes, à Cultura e à História de Jundiaí navegando pela nossa Enciclopédia Digital.

Acompanhe nossas Redes sociais
Parceiros

Copyright © 2021 Jundipedia. Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por PROJECTO