MONTEIRO, DANIEL GOMES

(Jundiaí, 19/4/1966) – Pintor, gravador, cenarista e dançarino. Assina Daniel Monteiro. Iniciou-se na pintura ainda adolescente, como autodidata, e depois frequentou a Escola Panamericana de Arte. Fez, também, Curso de Programação Visual do Senac, Curso de Desenho Mecânico no Senai e curso de Técnico em Mecânica na EEPSG Dr. Antenor Soares Gandra, os quais lhe deram mais conhecimentos sobre forma e perspectiva. A aplicação em serviços comerciais de serigrafia, a partir de 1986, contribuiu para a disciplina e o amadurecimento do seu trabalho artístico, onde se mostra como um dos mais perspicazes seguidores do pai da pop-art americana Ahdy Warhol. Do final dos anos 1980 ao início dos anos 90, Daniel fez parte do grupo Artistas do Japy, com o qual realizou exposições de muita repercussão na cidade, dado o radicalismo de suas propostas. Em 1992, em parceria com Lima Júnior (também ex-integrante do referido grupo), executou para a Escola de Arte Dramática de Jundiaí o painel de 100 m2 que serviu de cenário para a peça O Avarento, de Molière, que foi levada na Sala Glória Rocha (Centro das Artes, Jundiaí) e outras cidades do interior paulista. Paralelamente ao desenho e à pintura, Daniel Monteiro tem palmilhado os mais diversos campos de atividade artística, da música à dança e às artes cênicas. Fez parte de várias bandas de rock e ainda hoje atua como dançarino, integrando o Clube do Rock de São Caetano do Sul. Em 2001, teve a sua primeira experiência em cinema, atuando no filme Caçador de Almas, do polêmico Toninho do Diabo, no qual fez o papel de um policial. Exposições Coletivas: 1981 – Mostra Comemorativa dos 40 anos do Senai no Conselho da Bélgica (São Paulo); 1988 – Projeto Jundiaí Hoje (Museu Histórico e Cultural de Jundiaí); 1989 – Exposição Novos Conceitos – Desenhos e Gravuras (Jundiaí); 1990 – Casa da Cultura de Jundiaí; Associação dos Artistas Plásticos do ABC (Santo André-SP); 1991 – Espaço Cultural O Dobrão (Jundiaí); Livraria D. Quixote (Jundiaí); Parque Municipal Comendador Antonio Carbonari (Jundiaí); Espaço Cultural da Caixa Econômica Federal, Ag. Parque da Uva (Jundiaí); Festival de Outono de Itatiba-SP; 1992 – Centro Cultural Tao Sigulda (Campo Limpo Paulista); Festival de Arte Livre (Maxi Shopping, Jundiaí); 1993 a 2004 – Espaço Cultural Literarte (Jundiaí); 1994 – Franciscanas (Espaço Cultural Literarte/Nossa Caixa Nosso Banco, Jundiaí); 1995 – Espaço Cultural Literarte/Pão de Açúcar (Jundiaí); VIII Salão Cultural de Belas Artes de Amparo-SP (Medalha de Ouro).

Encontrou algum erro?

Envie uma correção

EFEMÉRIDES
Em 22 de abril de ...
1934 Nascia em Jundiaí a professora e musicista Janet Ferreira Prado.
1966 Nascia em Jundiaí a jornalista, advogada, professora universitária e escritora Kátia Raquel Bonilha Keller.
1970 Nascia em Ouro Verde-SP o ator Vanderlei Dias de Oliveira.  

Saiba mais sobre estes e outros personagens, instituições e fatos ligados às Artes, à Cultura e à História de Jundiaí navegando pela nossa Enciclopédia Digital.

Acompanhe nossas Redes sociais
Parceiros

Copyright © 2021 Jundipedia. Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por PROJECTO