MATTOS, ALCINDO DE

Ator e sonoplasta. Fez parte do Grupo Dramático da Cruzada da Mocidade Católica do início dos anos 40 até a extinção desse grupo, nos anos 60, e também integrou o cast artístico da Rádio Difusora Jundiaiense na época da implantação dessa emissora na cidade. No teatro da Cruzada, atuou em peças como O Cego do Paraguai (década de 40); Os Falsários, (1952), Os Dois Sargentos (1955) e em várias montagens do drama Honrarás Teu Pai e Mãe, a última das quais foi levada aos palcos do Teatro da Cruzada e do Salão Paroquial da Vila Arens em 1960. Como sonoplasta do Rádio Teatro Difusora, atuou em muitas peças e novelas, produzindo sons que simulavam um tropel de cavalos, um vendaval ou uma forte chuva ou que imitavam o urro de um leão, o choro de uma mulher ou de um bebê. Alcindo de Mattos desempenhou as atividades artísticas em paralelo com o trabalho na Companhia Paulista de Estradas de Ferro, onde se aposentou.

Encontrou algum erro?

Envie uma correção

EFEMÉRIDES
Em 12 de abril de ...
1898 Nascia em Jundiaí o professor Oscar Augusto Gelli.
1929 Nascia em Jundiaí o ator e bailarino Jayro de Barros Lara.
1935 Nascia em Jundiaí o violonista e luthier Romualdo Russo.
1942 Falecia em Jundiaí o desenhista, projetista e construtor César Ferrari.
1946 Nascia em Casa Branca-SP a pintora Juçara Pimenta de Pádua Colagrossi.
1959 Falecia em Campinas-SP, aos 84 anos, o Padre Felisberto Schubert, reorganizador da Ordem Salvatoriana no Brasil.
1988 Falecia em Jarinu-SP, aos 59 anos, o ator e bailarino Jayro de Barros Lara.

Saiba mais sobre estes e outros personagens, instituições e fatos ligados às Artes, à Cultura e à História de Jundiaí navegando pela nossa Enciclopédia Digital.

Acompanhe nossas Redes sociais
Parceiros

Copyright © 2021 Jundipedia. Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por PROJECTO