MALTONI, LUIZ AUGUSTO

Luiz Augusto Maltoni com Moacyr Bombig

(Ribeirão Preto-SP, 25/10/1934 +São Paulo, 29/10/2005) – Radialista. Luiz Augusto Maltoni mudou-se com a família para Jundiaí aos dois anos de idade e aqui passou os períodos da infância e da adolescência, fazendo seus estudos no Grupo Escolar Conde do Parnaíba, Ginásio Rosa e Escola Senai Ferroviária. Com 19 anos seguiu para o Rio de Janeiro, onde viveu até 1955. De volta à cidade, trabalhou na Vigorelli do Brasil e, valendo-se da intuição de jornalista, também iniciou sua carreira na imprensa e no rádio, prestando serviços ao jornal A Folha e à Rádio Difusora Jundiaiense. Em 1958 tornou-se correspondente da Rádio Bandeirantes, cuja equipe foi integrar, algum tempo depois, quando Fiori Gigliotti se transferiu para a Rádio Panamericana (atual Jovem Pan). Durante os 32 anos que atuou na Bandeirantes, conviveu com as figuras mais expressivas do rádio esportivo brasileiro. Na função de repórter esportivo, trabalhou ao lado de Ethel Rodrigues, vindo a substituí-lo, quando da sua opção pela carreira de árbitro de futebol. No comando das transmissões esportivas da Bandeirantes, fez-se merecedor de inúmeras homenagens, havendo recebido, entre outros, o Troféu Roquete Pinto e prêmios oferecidos por prefeituras de cidades do interior e pelas torcidas do Palmeiras, do Corinthians e da famosa Gandula. Após superar todos os degraus da carreira, Luiz Augusto optou pela função de comentarista, espelhando-se no exemplo de Mauro Pinheiro, a quem sempre teve como ídolo. Em quase meio século de rádio, teve oportunidade de participar das transmissões das Copas do Mundo do Chile, da Inglaterra, do México, da Argentina e da Espanha, e só não foi à da França devido a problemas de saúde que o fizeram assisti-la do leito 906 do Hospital do Coração, em São Paulo. Nesse período, também atuou durante 12 anos na Rádio Globo, porém foram os tempos da Bandeirantes que lhe deram maior satisfação, por ter podido conviver com companheiros como Pedro Luís, Edson Leite, Mário Moraes, Darcy Reis, Haroldo Fernandes, Fernando Solera, o próprio Fiori Gigliotti (quando retornou à emissora), Joseval Peixoto, Luiz Aguiar, Ethel Rodrigues, José Carlos Silva, Sílvio Luiz e Cláudio Carsughi, entre outros.

Encontrou algum erro?

Envie uma correção

EFEMÉRIDES
Em 20 de julho de ...
1885 Nascia em Itu-SP o músico e maestro José Maria dos Passos.
1938 Falecia em Jundiaí, aos 63 anos, o médico Domingos Anastasio.
1947 Falecia em Jundiaí, aos 41 anos, o Professor João Muto.
2001 Falecia em São Paulo, aos 30 anos, o ilustrador e criador de histórias em quadrinhos e livros infantis Émerson Eduardo Luiz.
2002 Falecia em Jundiaí o ritmista Island Júnior.
2003 Falecia em Jundiaí, aos 90 anos, o violonista amador José Levada. Falecia em Jundiaí, aos 90 anos, o violonista amador José Levada.
2019 Falecia em Jundiaí o metalúrgico, radialista e ex-vereador Rolando Giarola.

Saiba mais sobre estes e outros personagens, instituições e fatos ligados às Artes, à Cultura e à História de Jundiaí navegando pela nossa Enciclopédia Digital.

Acompanhe nossas Redes sociais
Parceiros

Copyright © 2021 Jundipedia. Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por PROJECTO