MADRIGAL VIVACE

Componentes do Madrigal Vivace no início dos anos 2000

Conjunto coral formado em setembro de 1999, sob regência da musicista Vastí Atique F. Toledo e com o apoio do Centro de Educação Musical Lúcia Olga Chaves, onde encontra espaço físico e suporte técnico para realizar seus ensaios. Trabalha com um repertório bem variado, que inclui tanto autores clássicos como contemporâneos, nacionais e internacionais, e se apresenta, por vezes, acompanhado por conjuntos instrumentais. Fez sua primeira apresentação em novembro de 1999, no XII Encontro de Corais de Jundiaí, e a partir daí passou a ser requisitado para abrilhantar diversos tipos de eventos na cidade e na região. Ainda em 1999, tomou parte no Café Concerto de Natal, realizado no Teatro Polytheama, se apresentando em conjunto com a Orquestra de Câmara de Jundiaí, sob regência de Cláudia Feres. Em 2000, depois de abrilhantar o lançamento do livro Crônicas de 2ª (com Pufs! de Primeira), no Gabinete de Leitura Ruy Barbosa, e a sessão comemorativa do centenário de fundação do Grêmio Recreativo C.P., na Câmara Municipal, o Vivace participou do programa Cânticos de Natal, apresentando na Catedral N. S. do Desterro montagem inédita de Glória, de Vivaldi, com a participação da Orquestra de Câmara de Campinas, sob regência de Esdras Rodrigues. Em junho de 2001, a peça foi remontada no Teatro Polytheama, dentro do projeto Concertos Astra/Finamax, reunindo-se, então, no palco, o Madrigal jundiaiense e a Orquestra de Câmara Engenho Barroco. Ainda em 2001, ocorreu o lançamento do primeiro CD do grupo, intitulado Brasil Vivace, com músicas do folclore nordestino, como a Suíte Nordestina, de Ronaldo Miranda, Rosa Amarela, de Villa-Lobos, e Canto ao Canto, de Antonio Vasques; clássicos da MPB, como Eu Sei Que Vou Te Amar, de Vinícius de Moraes e Tom Jobim (arranjo de Arlindo Teixeira e acompanhamento de Jorge L. Schroeder na percussão), Aquarela do Brasil, de Ari Barroso, e Berimbau, de Baden Powel e Vinícius, além de músicas eruditas sacras do século XVIII. Em setembro de 2003 o Vivace participou da apresentação da dupla Kleiton e Kledir no Teatro Polytheama.  Componentes em 2002/2003 – Sopranos: Cássia Dornelas Horácio, Cristiane P. M. Xavier, Cristina Schroeder Moller, Ester Theoto Navarro, Ghislaine Togni, Lília Chaves Moreira, Judite Cristina S. Moller, Margarete de Souza Campos Pereira, Maria Fernanda Dias de Almeida, Rita Oliva e Tânia Helena Bocchi; Contraltos: Iole Ceccato, Maria Cristina De Stéfano, Maria José Otero Reis Salum, Paula de Lucca Zezza, Rosana Natucci Russo P. de Toledo, Tabatha Stephanie Broglio e Therezinha de Mello Bruno; Tenores: Adriano Vieira, Aécio José de Carvalho, Márcio Antonio de Queiroz Urban, Sérgio Francisco Mariano, Vinícius Ferraz de Toledo e Vladimir Ferraz de Toledo; Baixos: Aldo Fábio Vaia, Luiz Antonio da Silva, Lysias Rodrigues Silva, Maurício Castelani e Rodrigo Ferraz de Toledo.

Outubro de 2000: Glória, de Vivaldi, montagem inédita do Madrigal Vivace
Encontrou algum erro?

Envie uma correção

EFEMÉRIDES
Em 22 de abril de ...
1934 Nascia em Jundiaí a professora e musicista Janet Ferreira Prado.
1966 Nascia em Jundiaí a jornalista, advogada, professora universitária e escritora Kátia Raquel Bonilha Keller.
1970 Nascia em Ouro Verde-SP o ator Vanderlei Dias de Oliveira.  

Saiba mais sobre estes e outros personagens, instituições e fatos ligados às Artes, à Cultura e à História de Jundiaí navegando pela nossa Enciclopédia Digital.

Acompanhe nossas Redes sociais
Parceiros

Copyright © 2021 Jundipedia. Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por PROJECTO