HOEHNE, ARNALDO MATHERNE

(Piracaia-SP, 22/6/1914 +1974) – Jornalista, cronista e poeta. Assinava Fabius em seus poemas e crônicas publicados no jornal A Cruzada. Filho de Carlos Hoehne e Ana Matherne, ainda pequeno mudou-se com a família para Jundiaí, vindo residir na avenida Dr. Olavo Guimarães, no bairro de Vila Arens. Quando adolescente, trabalhou num armazém que existia em frente à sua casa e depois numa fábrica de vinho, onde permaneceu até ser admitido, por concurso, como escriturário da Companhia Paulista de Estradas de Ferro. Começou a trabalhar na ferrovia em 11 de abril de 1934, como sexto escriturário. Graças à sua capacidade e dedicação, foi seguidamente promovido, logo alcançando o posto de escriturário classe A. Aposentou-se na companhia em 1964, como supervisor administrativo. Já na juventude revelou seu talento para o jornalismo e a literatura, colaborando para o jornal estudantil O Excelsior. Nessa época, cursava o Ginásio Prof. Luiz Rosa à noite, dedicando-se particularmente ao estudo da língua portuguesa, disciplina que lhe era ministrada pelo professor João Luiz de Campos. Exerceu o jornalismo paralelamente ao trabalho na ferrovia, escrevendo nos jornais A Folha de Jundiaí e A Cruzada e tendo atuação também na Rádio Difusora de Jundiaí. Secretariou A Cruzada durante muitos anos e assumiu a direção deste jornal em 1947, substituindo José Augusto Pupo. Fez parte da Cruzada da Mocidade Católica desde os primórdios dessa congregação e, a convite de D. Amaro – então superior do Mosteiro de São Bento – tornou-se oblato beneditino. Teve particular atuação no movimento denominado Catholica Unio, que tinha por objetivo integrar os católicos e ortodoxos. Também integrou o Círculo Operário Jundiaiense, desde a fundação até o fim de suas atividades. No Bairro da Colônia, para onde se mudou em 1954, prestou serviços à Paróquia do Sagrado Coração de Jesus como secretário da Congregação Mariana, instruindo noviços e divulgando a devoção do terço, do Escapulário do Carmo e da Sagrada Face, e também um dos fundadores do Grêmio Esportivo Mariano.

Encontrou algum erro?

Envie uma correção

EFEMÉRIDES
Em 21 de junho de ...
1912 Nascia em Jundiaí o carpinteiro e escritor Donato Rullo.
1926 Era fundada em Jundiaí a Associação Esportiva Jundiaiense.
1943 Nascia em Jundiaí a pintora e arte-educadora Sueli Ferreira.
1960 Nascia em Jundiaí a artista plástica Helena Beatriz Galvani.
1961 Nascia em Jundiaí o poeta e romancista José Carlos Zâmbolli.
1981 Nascia em Jundiaí a bailarina Marcela Molena.

Saiba mais sobre estes e outros personagens, instituições e fatos ligados às Artes, à Cultura e à História de Jundiaí navegando pela nossa Enciclopédia Digital.

Acompanhe nossas Redes sociais
Parceiros

Copyright © 2021 Jundipedia. Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por PROJECTO