HERNANDEZ, PEDRO CAMILO

(Pederneiras-SP, 11/7/1936) – Violonista, pintor e gravurista. Fez seus estudos de violão clássico com o professor Milton Nunes, em Campinas-SP, de 1958 a 1966, e depois em Jundiaí, com o professor Antônio Carlos Guedes. Lecionou no Conservatório Campinas e no Conservatório Maestro Julião (Itu-SP). Fez inúmeras apresentações em salas de concertos do interior paulista (São Carlos, Campinas, Araraquara, Hortolândia, Itu e outras) e também no auditório das Folhas, na capital, onde participou da 3ª Noite do Violão, patrocinada por Violões Giannini (1967). Gravou com o professor Milton Nunes e seus filhos Milton Nunes Jr. e Yara Nunes o compacto simples Um Presente para Você (Produções Henry-Son, Campinas), com a melodia Noite Feliz, de Franz Gruber; a Sinfonia da Cantata 156, de J.S. Bach, e a Canção Medieval N.N. Seu trabalho musical foi focalizado pela revista Violão e Mestres, volume II, números 7 e 8. Paralelamente à musica, sempre teve seu interesse voltado para as artes plásticas. Iniciando os estudos nesta área em 1961, sob orientação da professora Maria Pompeu, na Escola Pedro Alexandrino, em Campinas-SP. Depois, desenvolveu seus estudos de pintura com Mário de Oliveira, em Campinas, e com Élvio Santiago, em Jundiaí. Dedica-se à litogravura desde 1967, havendo trabalhado prestado muitos anos de trabalho à Litografia Araguaia. Seus estudos artísticos abrangeram ainda, as áreas da gravura e da fotografia. Participou de mostras coletivas no Espaço Cultural Literarte, na Ápice Galeria, na RL Molduras e na República das Artes e, durante dois anos, foi expositor da Feira de Arte e Artesanato de Jundiaí. Em 1997/98 ministrou aulas de desenho e pintura na República das Artes (Jundiaí). Sobre o seu trabalho, escreveu Aloysio Carvalho Moraes, crítico de arte do Correio Popular de Campinas: “Resume a sua pintura em uma definição de repouso, formas definidas e linhas suaves, com uma variedade de cores pouco intensa.” Pedro Hernandez está catalogado no Anuário Jundiaiense de Artes Plásticas, edições de 1998 e 1999, e no Dicionário Jundiaiense de Música (Ed. Literarte, 1999).

Encontrou algum erro?

Envie uma correção

EFEMÉRIDES
Em 16 de junho de ...
1927 Nascia em Jundiaí o escritor jurídico e fotógrafo amador Walter Campaz.
1952 Nascia em Morungaba-SP a contista, cronista e artista plástica Maria Helena de Paula Gomes Dias (Lena).
1966 Falecia em Jundiaí, aos 73 anos, o professor João Duarte Paes.
1982 Falecia em Jundiaí, aos 47 anos, o professor, jornalista e radialista Nelson Álvaro de Figueiredo Brito.
1987 Falecia em Jundiaí, aos 83 anos, o intelectual autodidata Walter Gossner.    
2023 Falecia em Jundiaí, aos 82 anos, o advogado, radialista e professor universitário Reinaldo Ferraz de Barros Basile.

Saiba mais sobre estes e outros personagens, instituições e fatos ligados às Artes, à Cultura e à História de Jundiaí navegando pela nossa Enciclopédia Digital.

Acompanhe nossas Redes sociais
Parceiros

Copyright © 2021 Jundipedia. Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por PROJECTO