EIKÁSIA

Banda de rock formada em agosto de 1998, quando um guitarrista deixou de fazer parte de uma banda de rock chamada Angel Dust para seguir seus estudos, levando os demais a procurarem um substituto. Um dos remanescentes do grupo encontrou na vizinhança o guitarrista Gustavo Checolli (ex-Imortal Sin), ideal para que a banda pudesse fazer um show que já havia sido marcado, no bar Mistura Quente da Agapeama. A partir daí, a banda teve alguns atritos que levaram à separação de quase todos seus integrantes, com exceção do Paulinho (bateria) e Luciano (vocais), que tinham a intenção de montar uma outra banda, tocando algo mais do que apenas Iron Maiden. Chamaram o Gustavo de volta, o qual, por sua vez, levou para o grupo outro guitarrista, Leandro Mendes, que cantava numa “banda de amigos” chamada ‘Ambíguos’. A busca pelo baixista só foi terminar quando um desentendimento-relâmpago com o Paulinho levaram-nos a fazer um ensaio-relâmpago com um baterista (relâmpago também), que tinha um amigo chamado Briner (que tocava na Simphony Shadow). Foi desses encontros e desencontros que no dia 11 de junho de 1998 surgiu a Eikásia. A proposta inicial da banda era de tocar músicas covers contra pagamento em cervejas e entreter um público de roqueiros, dando, assim, um tempo para que os seus integrantes se entrosassem, intercambiando experiências pessoais como músicos. Daí vieram os ensaios e apresentações de palco e, mais tarde, as composições e arranjos próprios. Apesar de seguirem o estilo do rock, seus integrantes buscam afirmar a própria personalidade nas composições, fugindo às fórmulas que acabam por definir tendências. Mesmo assim, a banda declara influências de bandas típicas do cenário do rock, como a Black Sabbath, Deep Purple, Led Zeppelin, Rush. Já em relação aos componentes do grupo, elas oscilam entre Émerson, Lake and Palmer, Yes, Van Halen, Rainbow e Hellloween, além de outros. Com mais de quatro anos de estrada e dois CDs gravados ao vivo – o primeiro lançado em junho de 2000 e o segundo em fevereiro de 2002, com músicas cover –, a banda fez apresentações em várias cidades e estados, em casas de shows, shopping centers, festas de faculdades e particulares, além de participações em festivais de música e cultura como o Encontro Anual de Motos de Jundiaí, o Pão & Poesia, o Woodstock-Jundiaí e o Festival de Rock de Inverno de Vinhedo. Em outubro de 2000, a Eikásia passou a contar com um novo vocalista, o ex-Dark Elf Júlio César, em face da saída de Luciano, e em setembro de 2001 recebeu o baixista Luís Fernando, em substituição a Briner, que nessa época migrou para a banda Chumbo Grosso. A meta dos integrantes é divulgar cada vez mais a banda, buscando um som com personalidade própria, porém, dentro do padrão do rock pesado, conciso e agradável.

Encontrou algum erro?

Envie uma correção

EFEMÉRIDES
Em 14 de junho de ...
1898 Falecia em Jundiaí, aos 56 anos, Antonio Damásio Santos, o primeiro jundiaiense nato a administrar a cidade com o título de intendente.
1912 Nascia em Jundiaí o pintor Arthêmio Matiazzo.
1924 Nascia em Milão, Itália, o fotógrafo Lívio Tagliacarne.
1928 Nascia no Rio de Janeiro a poetisa Hilda Santos da Silva.
1936 Nascia em Jundiaí o professor e engenheiro naval Dayr Schiozer.
1965 Nascia em Jundiaí a pintora Isabel Cristina Baptistella Araújo.
1986 Falecia em Jundiaí, aos 94 anos, a professora e poetisa Maria de Toledo Pontes.
2003 Falecia em Jundiaí, aos 73 anos, o artista plástico Issis Martins Roda.

Saiba mais sobre estes e outros personagens, instituições e fatos ligados às Artes, à Cultura e à História de Jundiaí navegando pela nossa Enciclopédia Digital.

Acompanhe nossas Redes sociais
Parceiros

Copyright © 2021 Jundipedia. Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por PROJECTO