DE MATHEO, FRANCISCO

(Jundiaí, 1946 +1996) – Pesquisador leigo. Nome popular: Kiko de Matheo ou Kiko Bóia. Depois de reunir diversas coleções desde a infância, transformou-se em um dos mais ativos colecionadores da região. O Museu Particular de Jundiaí Francisco de Matheo era reconhecido pelo Ministério do Exército por causa de sua coleção de armas, muitas vezes emprestadas para produções de cinema ou de televisão. Como participante do movimento em defesa da Serra do Japi, Kiko foi um dos primeiros produtores de vídeo a disponibilizar para as escolas imagens da reserva natural e a enfrentar disputas com depredadores. Ainda na década de 80, colaborou com o linguista Luiz Caldas Tibiriçá em suas pesquisas sobre os peabirus – caminhos indígenas que atravessavam a América do Sul com sinalização feita através de espécies vegetais. Também esteve com seus figurinos e armas nas provas do programa Cidade X Cidade, do SBT, quando Jundiaí conquistou uma ambulância pela qualidade de suas atrações. Teve entre seus colaboradores os familiares Daniel e Luiz e também, Luiz Crossi Neto (Pipinho) e Eduardo Eli de Souza. Seu eclético acervo, depois de sua morte por acidente de triciclo, permanece sob a guarda da família, a exceção das armas de fogo, que em 2004 foram entregues à campanha do desarmamento.

Encontrou algum erro?

Envie uma correção

EFEMÉRIDES
Em 21 de abril de ...
1937 Nascia em Jundiaí o cantor Jurandir Edgard Casellato.

Saiba mais sobre estes e outros personagens, instituições e fatos ligados às Artes, à Cultura e à História de Jundiaí navegando pela nossa Enciclopédia Digital.

Acompanhe nossas Redes sociais
Parceiros

Copyright © 2021 Jundipedia. Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por PROJECTO