COMANDULLI, MÁRIO

(Crema-Itália, 25/06/1931 +Jundiaí, 1994) – Maestro. Mário Comandulli veio para o Brasil em 1958, como missionário de povos indígenas. Após dois anos, transferiu-se para Jundiaí, onde, com Durval Fornari, montou a Sociedade de Música Pio X. Sua primeira atividade foi a formação do Coral Pio X, que na década de 60 montou as peças Aída, de Giuseppe Verdi, e Cavalaria Rusticana, de Mascagni. Em 1972 montou La Traviata, também de Verdi, apresentada no Cine Theatro Polytheama. Ainda na década de 70, Comandulli regeu o Conjunto de Cordas Pio X, formado pelos violinistas Edgar Piacentini e Ângelo Pellicciari, o contrabaixista Geraldo Calasans e a pianista Neusa Richter Comandulli. Uma de suas últimas realizações em prol da música na cidade foi a promoção do I Festival Regional de Música Estudantil, em 1988, na Escola Técnica Vasco Venchiarutti. Em 2000, a Sociedade de Música Pio X prestou-lhe homenagem, atribuindo o seu nome ao auditório de sua sede, no Jardim São Bento.

Cena de La Traviata.

Encontrou algum erro?

Envie uma correção

EFEMÉRIDES
Em 14 de junho de ...
1898 Falecia em Jundiaí, aos 56 anos, Antonio Damásio Santos, o primeiro jundiaiense nato a administrar a cidade com o título de intendente.
1912 Nascia em Jundiaí o pintor Arthêmio Matiazzo.
1924 Nascia em Milão, Itália, o fotógrafo Lívio Tagliacarne.
1928 Nascia no Rio de Janeiro a poetisa Hilda Santos da Silva.
1936 Nascia em Jundiaí o professor e engenheiro naval Dayr Schiozer.
1965 Nascia em Jundiaí a pintora Isabel Cristina Baptistella Araújo.
1986 Falecia em Jundiaí, aos 94 anos, a professora e poetisa Maria de Toledo Pontes.
2003 Falecia em Jundiaí, aos 73 anos, o artista plástico Issis Martins Roda.

Saiba mais sobre estes e outros personagens, instituições e fatos ligados às Artes, à Cultura e à História de Jundiaí navegando pela nossa Enciclopédia Digital.

Acompanhe nossas Redes sociais
Parceiros

Copyright © 2021 Jundipedia. Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por PROJECTO