BORGONOVI E SILVA, JOSÉ EDUARDO

(São Paulo, 1º/1/1945 +Resende-RJ, 30/12/2000) – Jornalista, astrólogo e publicitário. Apelido: Castor. Iniciando sua colaboração na imprensa local nos tempos de ginásio, José Eduardo Borgonovi fez parte da primeira equipe de redação do Jornal da Tarde, do Grupo O Estado de São Paulo (1966), e do Jornal da Cidade, de Jundiaí (1968), trabalhando ao lado de Sandro Vaia, atual diretor de redação do O Estado de São Paulo. No Grupo O Estado, Castor trabalhou em várias editorias, como repórter, pauteiro e editor, permanecendo por mais tempo na de Internacional. Também colaborou nas revistas Status e Afinal; foi professor de Jornalismo da Unip e diretor de criação da MPM Propaganda. Desde 1995, Castor dedicava-se à pesquisa dos fenômenos tidos como sobrenaturais, à astrologia e à ufologia, produzindo uma coluna semanal que era distribuída pela Agência Estado para mais de 200 jornais do País. Já havia publicado O Livro das Revelações (Editora Alegro) e trabalhava na conclusão de um ensaio sobre as mulheres que mais influíram na história da humanidade, quando veio a falecer no seu sítio, na Serrinha do Alambari, em Resende-RJ. Esse livro foi terminado por sua filha Laura Braun e publicado pela editora Campus, sob o título Marias – A Jornada Heroica de 50 Mulheres que Fizeram a História.

Encontrou algum erro?

Envie uma correção

EFEMÉRIDES
Em 13 de junho de ...
1966 Nascia em Montevidéu-Uruguai a coreógrafa Lis Michele Garcia Alaniz Lopes.
2008 Falecia em Jundiaí, aos 63 anos, a pianista e bailarina Teresa Cristina Sciamarelli.

Saiba mais sobre estes e outros personagens, instituições e fatos ligados às Artes, à Cultura e à História de Jundiaí navegando pela nossa Enciclopédia Digital.

Acompanhe nossas Redes sociais
Parceiros

Copyright © 2021 Jundipedia. Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por PROJECTO