BÁRBARO, JACYRA FERREIRA

(Jundiaí, 24/8/1914 +2/2/2003) – Jacyra Ferreira Bárbaro, ou Leta Bárbaro, como se tornou conhecida, foi uma das confeiteiras mais afamadas de Jundiaí no século XX. Foi também pioneira na prestação de serviços de buffet em festas em residências. Filha de Francisco Ferreira e de Isaura Pinheiro Ferreira, Leta nasceu no antigo distrito jundiaiense de Rocinha (atual Vinhedo) e começou a trabalhar com 14 anos, vendendo doces e confeitos preparados por sua mãe. Em seguida, empregou-se como doméstica na residência da família Zomignani, à qual serviu durante muitos anos, tanto nessa função como nas de balconista e cobradora no respectivo armazém. Em 1939 Leta se casou com Oswaldo Bárbaro, com quem, primeiro, montou uma quitanda e, depois, a famosa Padaria e Confeitaria São João, que os dois mantiveram por mais de quatro décadas. No início dos anos 1950, Leta e Oswaldo criaram o primeiro serviço de bufê de Jundiaí. Para proporcionar um serviço à altura de sua clientela, foi especializar-se em gastronomia na Escola de Culinária Calçada, aonde também chegou a ministrar alguns cursos. Leta notabilizou-se como cozinheira responsável por grandes festas da sociedade jundiaiense. Criou cardápios e serviços compatíveis com os recursos de todos os segmentos sociais: de bolos com champanhe e coquetéis com salgados e doces até almoços e jantares sofisticados. Algumas de suas famosas receitas saíram no livreto Receitas da Tia Leta, organizado por Janet Ferreira Prado e publicado pela Literarte em agosto de 1998. Leta Bárbaro foi membro da Associação Beneficente Santa Rita, do Clube da Lady e do Clube do Siri. Após a morte da confeiteira, a tradição do Buffet Leta Bárbaro foi mantida por seus filhos Elizabeth (Pituca, falecida em 17/5/2012) e Luiz Francisco (Picôco Bárbaro), assim como por sua neta Maria Fernanda. Em outubro de 2014 deste ano, o casal Leta-Oswaldo Bárbaro foi homenageado pelo Município com a denominação do complexo viário que interliga o centro da cidade à região leste, através de um túnel entre a Avenida dos Ferroviários e a Antonio Frederico Ozanan, na Ponte São João.

Encontrou algum erro?

Envie uma correção

EFEMÉRIDES
Em 13 de junho de ...
1966 Nascia em Montevidéu-Uruguai a coreógrafa Lis Michele Garcia Alaniz Lopes.
2008 Falecia em Jundiaí, aos 63 anos, a pianista e bailarina Teresa Cristina Sciamarelli.

Saiba mais sobre estes e outros personagens, instituições e fatos ligados às Artes, à Cultura e à História de Jundiaí navegando pela nossa Enciclopédia Digital.

Acompanhe nossas Redes sociais
Parceiros

Copyright © 2021 Jundipedia. Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por PROJECTO