ALMEIDA, ROBERTO PINARELLO DE

(Amparo-SP, 11/12/1927 +Roma, Itália, 28/6/2002) – Segundo bispo diocesano de Jundiaí. Dom Roberto Pinarello de Almeida fez a sua preparação para o sacerdócio no Seminário Diocesano Santa Maria, de Campinas.  Em 1945 seguiu para o Pontifício Colégio Pio Brasileiro, em Roma, onde cursou e licenciou-se em Filosofia e Teologia pela Pontifícia Universidade Gregoriana. Ordenado presbítero, retornou ao Brasil no ano de 1953 e passou a lecionar no Seminário Central do Ipiranga. Posteriormente, foi professor nas Faculdades Campineiras e primeiro Diretor do Colégio de Aplicação Pio XII, da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras. Quando a Universidade Católica foi elevada a Pontifícia Universidade, tornou-se o seu Vice-Reitor Acadêmico. Eleito Bispo de Ilhéus, Bahia, em 18/4/ 1970, por motivo de saúde não pôde tomar posse. Em 24 de julho de 1971, o Papa Paulo VI nomeou-o Bispo Auxiliar de Dom Gabriel Paulino Bueno Couto e, posteriormente, Bispo Coadjutor de Jundiaí. Com o falecimento de Dom Gabriel Paulino Bueno Couto, em 1982, assumiu a titularidade da Diocese de Jundiaí. Durante o seu episcopado de 15 anos, ordenou novos presbíteros, criou novas paróquias, organizou a Escola Diaconal, viu surgirem novas Coordenações Diocesanas de Pastoral e novos Movimentos Apostólicos de Leigos, instalou o Seminário Filosófico em Jordanésia e colocou em funcionamento o Seminário Propedêutico de Itu. Em 2/10/1996 tornou-se Bispo Emérito. Residindo na Paróquia de Nova Jerusalém, foi um dos Vigários Gerais da Diocese. Faleceu em Roma, na véspera de completar o seu jubileu de ouro sacerdotal. Dom Roberto foi sepultado na Capela Mortuária da Catedral Nossa Senhora do Desterro, em Jundiaí, no dia 9/7/2002, após solene Eucaristia presidida pelo Cardeal Arcebispo de São Paulo, Dom Cláudio Hummes, e que teve como concelebrante o bispo Dom Amaury Castanho, que o sucedeu à frente da Diocese de Jundiaí.

Encontrou algum erro?

Envie uma correção

EFEMÉRIDES
Em 14 de junho de ...
1898 Falecia em Jundiaí, aos 56 anos, Antonio Damásio Santos, o primeiro jundiaiense nato a administrar a cidade com o título de intendente.
1912 Nascia em Jundiaí o pintor Arthêmio Matiazzo.
1924 Nascia em Milão, Itália, o fotógrafo Lívio Tagliacarne.
1928 Nascia no Rio de Janeiro a poetisa Hilda Santos da Silva.
1936 Nascia em Jundiaí o professor e engenheiro naval Dayr Schiozer.
1965 Nascia em Jundiaí a pintora Isabel Cristina Baptistella Araújo.
1986 Falecia em Jundiaí, aos 94 anos, a professora e poetisa Maria de Toledo Pontes.
2003 Falecia em Jundiaí, aos 73 anos, o artista plástico Issis Martins Roda.

Saiba mais sobre estes e outros personagens, instituições e fatos ligados às Artes, à Cultura e à História de Jundiaí navegando pela nossa Enciclopédia Digital.

Acompanhe nossas Redes sociais
Parceiros

Copyright © 2021 Jundipedia. Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por PROJECTO