AGNELLO, MARIA ISABEL

(São Paulo, 1º/8/1950) – Desenhista, pintora e escritora. Assina Bell Agnello. Filha de Anna Antonia e Renato Agnello. Habilitada para o Magistério pelas Escolas Padre Anchieta (Jundiaí), cursou dois anos de Psicologia na Puccamp; Desenho, Pintura e História da Arte na Escola de Desenho e Pintura Campinas e bacharelou-se em Educação Artística pela Faculdade de Belas Artes de São Paulo. Ainda na capital, fez vários cursos livres de desenho, pintura em óleo sobre tela, aquarela, porcelana, história da arte, teatro e escultura, fotografia (curso Kodak), curso técnico de desenho e impressão em rotogravura – com estágio em indústrias de embalagens, e curso de decoração no IDAE. Em Recife, cursou entalhe e escultura na areia, realizando mostras e exposições. Em São Bernardo do Campo-SP, cursou escultura com Marli Ishiki. Dedica-se profissionalmente à documentação artística de trabalhos médicos para publicação em revistas especializadas e ilustração de teses apresentadas no Brasil e no exterior pelo professor Cássio M. Raposo do Amaral, do Hospital Sobrapar (Campinas-SP). Até 1979, trabalhou na área de desenho científico, no Instituto de Biologia, Departamento de Zoologia da Unicamp (Campinas-SP). Entre 1971 e 1983, teve intensa participação em mostras e exposições de arte em Jundiaí e São Paulo. Retomou esta atividade em 1997, com uma individual na escola de inglês Number One, em Jundiaí, e participação em coletiva no Centro Cultural Tao Sigulda, em Campo Limpo Paulista. Desde então, tem participado dos principais eventos artísticos da cidade e também de mostras na capital paulista e no exterior. É filiada à Associação dos Artistas Plásticos de Jundiaí e à Academia Brasileira de Arte, Cultura e História-ABACH. Além de dedicar-se ao ensino, lecionando na Escola Pró-Arte, Bell tem ministrado workshops de pintura texturizada sobre tela em cidades como Jundiaí e Itu-SP. Em 2000 participou de workshop no Instituto de Cultura, Ciências, Literatura e Arte de Guarulhos-SP, sob orientação da artista plástica Jandilisa Grasano Lopes. Também se dedica à literatura, sendo autora do livro Pequena Fuga num dia de Sol (Gráfica Jundiá, 1974). Participou da antologia da EEPSG Dr. Antenor Soares Gandra com o trabalho Um Poema Para Tarsila, feito em homenagem a Tarsila do Amaral. Em 1999 foi indicada para fazer parte da Academia Feminina de Letras e Artes de Jundiaí. Está catalogada no Anuário Jundiaiense de Artes Plásticas (Literarte, 1997, 1998 e 1999) e no Dicionário Jundiaiense de Literatura (Literarte, 1999). Em 1999 foi focalizada na revista de artes visuais Olho Latino. É autora da capa do livro O Sentimento de Justiça, de João Carlos José Martinelli (Ed. Literarte, 1999). Exposições Coletivas: 1971 – Paço da Arte (São Paulo); 1974 – III Mostra de Arte do Clube Recreativo e Beneficente 28 de Setembro (Jundiaí); II Encontro de Arte do T.E.R. (Jundiaí); II Exposição de Arte e Educação do Ginásio Industrial Dr. Antenor Soares Gandra (Jundiaí); Galeria de Arte Ferraz (São Paulo); 1975 – VIII Exposição Estadual de Pinturas e Desenhos (Galeria Prestes Maia, São Paulo); Eucat-Expo (São Paulo); 1976 – IV Encontro de Arte do T.E.R. (Jundiaí); 1979 – II Exposição Coletiva da Associação dos Artistas Plásticos de Jundiaí (Museu Histórico e Cultural de Jundiaí); I Salão de Arte Contemporânea da A.A.P.J. (Centro Cultural Bandeirantes); 1997 – Exposição da ABACH no Shopping D (São Paulo); XXIV Exposição do Centro Cultural Tao Sigulda (Campo Limpo Paulista-SP); 1998 – Jandilisa Espaço Cultural (Guarulhos-SP); Des Artistes Brasiliens (C&C Arte Gallery, C. C. Le Metropole, Monte Carlo, Principado de Mônaco); Semprevivas – Exposição comemorativa ao Dia Internacional da Mulher (Gabinete de Leitura Ruy Barbosa, Jundiaí); XXV Coletiva do Centro Cultural Tao Sigulda (Campo Limpo Paulista-SP); I Intercâmbio Cultural Itu-Jundiaí-Piracicaba-Sorocaba e Cotia (Centro Cultural Almeida Júnior, Itu-SP); Exposição da ABACH no Espaço Cultural Brasilton do Hilton Hotel (São Paulo; Medalha de Mérito Profissional); Ford/Senap (Guarulhos-SP); Exposição da ABACH na Infraero (Aeroporto Internacional de Guarulhos-SP; Medalha de Bronze); Planeta das Artes (São Paulo); Lançamento do Anuário Jundiaiense de Artes Plásticas-98 (Grêmio Recreativo C.P., Jundiaí); Galeria Cláudio Lucato (Grêmio Recreativo C.P., Jundiaí); I Salão Paleta de Ouro de Artes Plásticas (Centro Cultural Almeida Júnior, Itu-SP); Salão de Outono (Market Plaza Shopping Center, Suzano-SP); 1999 – Pão & Poesia IV (Parque Municipal Comendador Antonio Carbonari, Jundiaí); IV SAPRI – Salão de Artes da Primavera (Espaço Cultural Almeida Júnior, Itu-SP); O Meio Ambiente – exposição da ABACH em Santa Bárbara d’Oeste (SP); Brasilianische Formen and Farden – Talentos e Imagens Brasileiras (Trett Hotel Europa, Hannover, Alemanha); I, II e III fases do Concurso Giuliano Ottaviani Simbologia Universal – Movimento Espiritualista (Vaticano, Roma, Itália); Comemoração do Dia do Artista Plástico (Brasilton-Hilton, São Paulo; Medalha de Mérito Cultural); I Salão Imagem e Divulgação das Artes Plásticas (Shopping D, São Paulo; Prêmio Gráfica Niccolini); Comemoração do Mês da Independência (Brasilton-Hilton São Paulo); II Intercâmbio Cultural Jundiaí-Interior (organização e participação; Casa da Cultura de Jundiaí); XXVI e XXVII Exposição do Centro Cultural Tao Sigulda (Campo Limpo Paulista-SP); Exposição Comemorativa aos 50 Anos de Cerquilho (SP); XXVIII e XXIX Exposição do Centro Cultural Tao Sigulda (Campo Limpo Paulista-SP); Paleta de Ouro II (Infraero, Aeroporto de Guarulhos-SP; Medalha e Menção Honrosa); Exposição conjunta com o pintor Oswaldo Ribeiro na Number One English School (Jundiaí); Exposição Comemorativa do Lançamento do Anuário Jundiaiense de Artes Plásticas-99 e do Dicionário Jundiaiense de Literatura (Grêmio Recreativo C.P., Jundiaí); Campos do Jordão-SP; Exposição Arte da Cidade (Museu Histórico e Cultural de Jundiaí); Espaço Cultural Brasilton-Hilton (São Paulo); Inauguração do Centro de Exposições Cecília Meirelles (Complexo Educacional e Cultural Argos, Jundiaí); I Salão Oficial de Artes Plásticas e Design (Lar Center, São Paulo; Menção Honrosa); Grande Exposição de Arte Paleta de Ouro IV (Moinho Santo Antonio, São Paulo; Medalha de Bronze); 2000 – Le Artist Brasilien (Les Tilleus, Raie Torue 91240, St. Michel Sur Orge, França); Europa Art Galeria (Campinas-SP); Centro Cultural Tao Sigulda (Campo Limpo Paulista-SP); II Intercâmbio de Artes Plásticas Jundiaí/Interior (Casa da Cultura de Jundiaí); Espaço Cultural Kelli (Jundiaí); Jantar dos Artistas Plásticos em Itu (SP); Europa Arte Galeria (Campinas-SP); Arte de Jundiaí – Brasil 500 Anos-2000 (Condomínio Terras de São Carlos, Jundiaí); XXX Coletiva de Artes Plásticas do Centro Cultural Tao Sigulda (Campo Limpo Paulista-SP); II Coletiva na Sala Cecília Meireles/Complexo Argos (Jundiaí); 2001 – Grupo Arte Transitória (Salão da Casa Transitória, Jundiaí); XXXII Coletiva do Centro Cultural Tao Sigulda (Campo Limpo Paulista-SP); Europa Arte Galeria (Campinas-SP); Restaurante Beira-Rio (Jundiaí); Coletiva Grupo Arte Transitória (Clube Jundiaiense, Jundiaí); Coletiva Arte e Estilo (Itapetininga-SP; Medalha de Bronze); Reinauguração do Centro das Artes (Jundiaí). Exposições individuais: 1983 – I Festa do Peão de Boiadeiro, com 40 telas (Parque Comendador Antonio Carbonari, Jundiaí); 1997 – Number One English School (Jundiaí); Sala Azul da Caixa Econômica Federal (Campinas-SP); 1999 – Restaurante Uhlen Haus (Jundiaí); Freddy’s Restaurante (Jundiaí); Casa da Cultura de Jundiaí; Space Eventos (Jundiaí); Restaurante Beira-Rio (Jundiaí); 2000 – Colégio Memorial (Jundiaí); Inauguração do Espaço Cultural Keli (Jundiaí); Buffet Marsh Mellow (Jundiaí); Restaurante Beira-Rio (Jundiaí); Restaurante Uhlen Haus (Jundiaí); Freddy’s Restaurante (Jundiaí); Space Eventos (Jundiaí); Inauguração de Centro Médico e Odontológico da Rua Anchieta (Jundiaí); 2001 – Restaurante Uhlen Haus (Jundiaí); Freddy’s Restaurante (Jundiaí).

Encontrou algum erro?

Envie uma correção

EFEMÉRIDES
Em 24 de abril de ...
1875 Nascia em Petrópolis-RJ o músico Eduardo Tomanik.  
1929 Nascia em Jundiaí o cantor Durval de Brito Salles.
1957 Nascia em Jundiaí o violeiro e violonista Lázaro Purgato, conhecido como Corvo Branco ou Corvo Campeiro.
1959 Nascia em Itatiba-SP a pintora Elisabeth Fontana Suzan.
1971 Nascia em Jundiaí Débora Emi Mitsunaga, a primeira brasileira descendente de japoneses a ser eleita Miss Nikkey Internacional.
1976 Nascia em Campinas-SP o músico Christian Ricardo Guerreira dos Reis.
1985 Nascia em Jundiaí o ator e diretor teatral Ricardo Luiz Grasson.
1985 Nascia em Jundiaí o ator e diretor teatral Ricardo Luiz Grasson.
1985 Nascia em Jundiaí o ator e diretor teatral Ricardo Luiz Grasson.
1985 Nascia em Jundiaí o ator e diretor teatral Ricardo Luiz Grasson.

Saiba mais sobre estes e outros personagens, instituições e fatos ligados às Artes, à Cultura e à História de Jundiaí navegando pela nossa Enciclopédia Digital.

Acompanhe nossas Redes sociais
Parceiros

Copyright © 2021 Jundipedia. Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por PROJECTO