ZOMIGNANI, RAUL

(Jundiaí, 30/10/1910 +21/9/1983) – Escultor autodidata. Foi conhecido como África. Descendente de um marmorista tradicional de Jundiaí, instalado no bairro da Ponte São João, foi sempre um apaixonado pelas artes plásticas. Cresceu, convivendo com a arte cemiterial e ornamentos aplicados à arquitetura neoclássica, familiarizando-se com os estilos e conhecendo as ordens de Vignola – arquiteto italiano da Renascença (1507-1573), que foi o decodificador de formas e proporções aplicadas às chamadas ordens dórica, jônica, coríntia, toscana e composita. Não tendo oportunidade de concluir seus estudos em uma escola de artes, como desejava, África passou a dedicar-se inteiramente às tarefas da marmoraria, modelando balaústres, colunas, capitéis, frisos e outros ornamentos, como os que decoraram a capela da creche da Argos, a fachada do antigo prédio dos Correios, na Rua do Rosário, e o coreto da Igreja Matriz de Vila Arens, que foram executados por ele, sob orientação do arquiteto italiano Nemo Folegatti. Suas obras, nesta época, mostravam figuras mitológicas, filosóficas, fitomórficas e zoomórficas, como as que foram mostradas no Museu Histórico e Cultural de Jundiaí, em 1986, em exposição promovida em sua memória pela Comissão Municipal de Artes Plásticas. Por ocasião dessa mostra, o historiador e então diretor do Museu, Geraldo Barbosa Tomanik, observou que suas obras deixavam transparecer “um tom de amargura, transmitido pelas suas mãos de toreuta, face à aspereza de um mundo materialista e egoísta, totalmente estranho ao mundo dos artistas.” África foi um dos pioneiros da Feira de Arte e Artesanato de Jundiaí (início dos anos 1970) e um dos fundadores da Associação dos Artistas Plásticos de Jundiaí (1974). Participou das primeiras coletivas e salões de arte promovidos por essa entidade, bem como das mostras de arte realizadas no Clube Beneficente e Recreativo 28 de Setembro, entre 1973 e 1975. Por ocasião do Salão de Arte Jundiaí-92, África foi homenageado pela Comissão Organizadora do evento, com uma sala especial para suas obras.

Raul Zomignani, o África, em seu sítio, entre as peças que esculpia

Encontrou algum erro?

Envie uma correção

EFEMÉRIDES
Em 24 de abril de ...
1875 Nascia em Petrópolis-RJ o músico Eduardo Tomanik.  
1929 Nascia em Jundiaí o cantor Durval de Brito Salles.
1957 Nascia em Jundiaí o violeiro e violonista Lázaro Purgato, conhecido como Corvo Branco ou Corvo Campeiro.
1959 Nascia em Itatiba-SP a pintora Elisabeth Fontana Suzan.
1971 Nascia em Jundiaí Débora Emi Mitsunaga, a primeira brasileira descendente de japoneses a ser eleita Miss Nikkey Internacional.
1976 Nascia em Campinas-SP o músico Christian Ricardo Guerreira dos Reis.
1985 Nascia em Jundiaí o ator e diretor teatral Ricardo Luiz Grasson.
1985 Nascia em Jundiaí o ator e diretor teatral Ricardo Luiz Grasson.
1985 Nascia em Jundiaí o ator e diretor teatral Ricardo Luiz Grasson.
1985 Nascia em Jundiaí o ator e diretor teatral Ricardo Luiz Grasson.

Saiba mais sobre estes e outros personagens, instituições e fatos ligados às Artes, à Cultura e à História de Jundiaí navegando pela nossa Enciclopédia Digital.

Acompanhe nossas Redes sociais
Parceiros

Copyright © 2021 Jundipedia. Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por PROJECTO