WOOD, ALICE ROMANCINI

(14/3/1929) – Cantora lírica. Foi cognominada, em Jundiaí, A Voz de Cristal. Filha de Venuto Romancini e Maria Romancini, desde muito cedo se viu atraída para a música e o canto – áreas nas quais seu pai atuava, promovendo a vinda de grandes óperas a Jundiaí. Com apenas 10 anos, Alice arrebatou a plateia do Cine República, interpretando Il Bacio, de Arditi, em um recital beneficente. Depois disso, foi encaminhada aos melhores professores de música e de canto lírico. Em Jundiaí, foram seus orientadores Frederico Nano (música) e Deodato Pestana (piano), além de Deolinda Copelli, com quem teve aulas de piano e canto. Em São Paulo, Alice foi aluna de Gioconda Peluso, Eliphas Chinelatto Milla e Sílvio Bueno Teixeira. Durante a sua carreira, ela apresentou-se nos principais teatros e emissoras de rádio da capital e do interior do Estado. Também foram frequentes as suas audições na Rádio Difusora Jundiaiense, interpretando peças como Poema, de Fibich; Colombeta, serenata veneziana; e a ária Voi Che Sapete, da ópera Nozze de Fígaro, de Mozart, acompanhada ao piano por Maria Tomanik.

Encontrou algum erro?

Envie uma correção

EFEMÉRIDES
Em 17 de julho de ...
1892 Nascia em Castel Viscardo, Itália, o músico Odorico Stefani.
1918 Nascia em Jundiaí o ator e comediante Gentil Bervert.
1929 Nascia em Jundiaí o advogado, poeta e cantor João Lopes de Camargo.
1988 Falecia em Jundiaí, aos 59 anos, o músico e desenhista autodidata Leonardo Scarpim (Nardinho).
1996 Falecia em Jundiaí, aos 89 anos, o odontólogo e músico Isaac da Silva Bellini.
1997 Falecia em Jundiaí o cantor, compositor e cineasta Moacyr de Almeida Ramos.

Saiba mais sobre estes e outros personagens, instituições e fatos ligados às Artes, à Cultura e à História de Jundiaí navegando pela nossa Enciclopédia Digital.

Acompanhe nossas Redes sociais
Parceiros

Copyright © 2021 Jundipedia. Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por PROJECTO