VEIGA, MARIA JOSÉ SIMÕES DA

(Brotas-SP, 28/4/1912 +Jundiaí, 7/2/2002) – Poeta, cronista e contista. Filha de José Luís Simões e Sebastiana de Camargo, Maria José fez os primeiros estudos em sua terra natal. Em 1931, ingressou na antiga Escola Normal Oficial de Piracicaba-SP, onde se formou em 1933. Iniciou a sua carreira no magistério, lecionando na Escola Mista da Fazenda Nossa Senhora da Glória, no município de Brotas-SP. Depois de passar por grupos escolares de várias outras localidades do Estado de São Paulo, aposentou-se pelo Instituto de Educação Caetano de Campos, na capital, onde foi professora de Geografia, História e Matemática durante 16 anos, em classes de 5ª série. Nesse período, colaborou no boletim interno do Instituto, chamado Nosso Esforço. Desde os primeiros tempos de magistério, Maria José enviou seus escritos para o semanário O Progresso, da cidade de Brotas. Colaborou também, durante muitos anos, na Tribuna Piracicabana e no Jornal de Jundiaí, publicando crônicas sobre os mais variados assuntos. Residiu em Jundiaí desde 1966 e em 1984 publicou a coletânea de crônicas Lírios Sobre o Riacho, inaugurando com ela as atividades da Editora Literarte. Em 1986, pela mesma editora, publicou a coleção Vovó Zezé Conta Histórias, composta por nove volumes, totalizando 32 histórias infantis, as quais foram também reunidas em um volume único em 1987. Foi autora, ainda, do opúsculo Lembranças da Escola Normal de Piracicaba, lançado por ocasião do Jubileu de Ouro de sua formatura, na escola em que se formou. Obteve, entre outras premiações, o 1º lugar na categoria Poesias e o 5º lugar na categoria Contos, no Concurso Memória do Professor, promovido pela Delegacia de Ensino de Jundiaí, e o 3º lugar na categoria Poesia, no Concurso Literário de Mogi-Mirim-SP. Pertenceu às seguintes instituições culturais: Academia Jundiaiense de Letras, Academia Feminina de Letras e Artes de Jundiaí, Academia de Letras de Piracicaba e Centro Cultural Literário e Artístico Gazeta de Filgueiras (Portugal). Por sua contribuição à cultura da cidade, foi-lhe outorgado pela Câmara o título de Cidadã Jundiaiense. Sua atuação na área literária foi reportada em verbete do Dicionário Jundiaiense de Literatura, publicado por Celso de Paula em 1999.

Encontrou algum erro?

Envie uma correção

EFEMÉRIDES
Em 21 de abril de ...
1937 Nascia em Jundiaí o cantor Jurandir Edgard Casellato.

Saiba mais sobre estes e outros personagens, instituições e fatos ligados às Artes, à Cultura e à História de Jundiaí navegando pela nossa Enciclopédia Digital.

Acompanhe nossas Redes sociais
Parceiros

Copyright © 2021 Jundipedia. Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por PROJECTO