TUMA, NICOLAU

(Jundiaí, 19/1/1911 +São Paulo, 11/2/2006) – Jornalista e radialista. Depois de fazer seus primeiros estudos na antiga Escola Paroquial Francisco Telles e no antigo Grupo Escolar Siqueira Moraes, em Jundiaí, Nicolau Tuma mudou-se com a família para São Paulo, onde trilhou brilhantes carreiras no jornalismo, no rádio e na política. Depois de testar sua vocação para a Medicina, frequentando a Faculdade Paulista como aluno ouvinte, em 1927 Tuma ingressou na Faculdade de Direito do Largo de São Francisco, onde se bacharelou. Sentiu brotar sua veia para o jornalismo quando cursava o segundo ano de Direito, candidatou-se à função de repórter no Diário Nacional e, sendo aprovado, ali iniciou sua carreira. Logo depois, passou para o jornal A Época e também trabalhou no tabloide O Sete de Abril, primeiro jornal de bairro de São Paulo. Já em 1929, iniciou sua experiência no rádio, como locutor da antiga Rádio Educadora Paulista. Desta emissora, transferiu-se para a Record e, depois, para a Rádio Difusora, onde galgou todos os postos, chegando ao cargo de diretor-superintendente. Foi, também, diretor-gerente da Rádio Tamoio e, entre 1943 e 1945, exerceu o cargo de diretor da Rede Brasileira de Emissoras Associadas. Ao longo desse período de rádio, Tuma noticiou, em primeira mão, acontecimentos de relevo na vida nacional e internacional, tais como a eclosão do Movimento Constitucionalista de 1932, provocado pela morte dos estudantes Martins, Miragaia, Dráusio e Camargo, na Praça da República, e o famoso “Dia D”, em que as forças aliadas tomaram a Normandia francesa, pondo fim à 2ª Guerra Mundial. Ainda na década de 1940, Tuma veio compor a primeira equipe de locutores da Rádio Difusora Jundiaiense. Já em 1951, como integrante do cast artístico da Rádio Bandeirantes, retornou a Jundiaí para gravar a peça-documentário Abraham Lincoln em Illinois, da qual tomaram parte Celso Guimarães (no papel principal), Nelson Loda e Gonzaga Martins, também jundiaienses. Narrador esportivo – Tuma notabilizou-se, particularmente, como locutor esportivo, narrando desde jogos de futebol a lutas de boxe e corridas de automóveis. Conforme consta dos anais do radialismo brasileiro, foi ele o primeiro locutor nacional a narrar, ao vivo, uma partida de futebol. Isto se deu em 1932, em um jogo entre as seleções paulista e do Paraná, válido pelo antigo Campeonato Brasileiro Interseleções. Para fazer a sua transmissão, Tuma teve que instalar-se com toda a aparelhagem entre o público, visto que inexistiam, nessa época, cabinas apropriadas para os locutores. Além dessa proeza, lhe é atribuída a criação do próprio termo radialista, usado por ele na época em que ainda se dava a esse profissional o nome de speaker, importado da língua inglesa. Por seu estilo extremamente rápido, era ele chamado, nessa época, de “o speaker-metralhadora”. Sua última narração esportiva aconteceu em 23 de agosto de 1942. Política – Depois que deixou o rádio, Nicolau Tuma voltou-se para a política, elegendo-se vereador em São Paulo nos anos de 1947, 1951 e 1955 e deputado federal em 1958. Somaram mais de 2.000 os projetos apresentados por ele no exercício da vereança. Um dos mais famosos foi o que levou à instalação de escadas rolantes na Estação Júlio Prestes. Na Câmara Federal, além de ter sido o relator da lei que instituiu o Código Brasileiro de Telecomunicações, foi um dos deputados que mais trabalhou para a criação da Empresa Brasileira de Telecomunicações (Embratel) e dos serviços de Discagem Direta à Distância (DDD) e de Discagem Direta Internacional (DDI). Em 1968, Tuma foi nomeado ministro do Tribunal de Contas, função na qual se aposentou.

Encontrou algum erro?

Envie uma correção

EFEMÉRIDES
Em 24 de abril de ...
1875 Nascia em Petrópolis-RJ o músico Eduardo Tomanik.  
1929 Nascia em Jundiaí o cantor Durval de Brito Salles.
1957 Nascia em Jundiaí o violeiro e violonista Lázaro Purgato, conhecido como Corvo Branco ou Corvo Campeiro.
1959 Nascia em Itatiba-SP a pintora Elisabeth Fontana Suzan.
1971 Nascia em Jundiaí Débora Emi Mitsunaga, a primeira brasileira descendente de japoneses a ser eleita Miss Nikkey Internacional.
1976 Nascia em Campinas-SP o músico Christian Ricardo Guerreira dos Reis.
1985 Nascia em Jundiaí o ator e diretor teatral Ricardo Luiz Grasson.
1985 Nascia em Jundiaí o ator e diretor teatral Ricardo Luiz Grasson.
1985 Nascia em Jundiaí o ator e diretor teatral Ricardo Luiz Grasson.
1985 Nascia em Jundiaí o ator e diretor teatral Ricardo Luiz Grasson.

Saiba mais sobre estes e outros personagens, instituições e fatos ligados às Artes, à Cultura e à História de Jundiaí navegando pela nossa Enciclopédia Digital.

Acompanhe nossas Redes sociais
Parceiros

Copyright © 2021 Jundipedia. Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por PROJECTO