TERRA, MIGUEL ARCANJO

Jornalista, publicitário, escritor, músico. Atuou como profissional de criação nas agências DPZ, Norton Publicidade, Rino Publicidade, Almap-BBDO, entre outras, atendendo clientes como: Volkswagen, Pirelli, Kibon, Petrobrás, Fotoptica, Banco Mercantil de São Paulo, VASP, Pfizer, Canetas Bic, BASF, Grupo Silvio Santos, Skol, Brinquedos Estrela. Foi autor de várias campanhas publicitárias premiadas nacional e internacionalmente, tais como: Campanha Contra a Erosão do Solo, criada para a Secretaria da Agricultura do Estado de São Paulo (premiada no Japão pela ideia e pelos efeitos de animação); campanha para a VASP (Prêmio SAWA, da Espanha); campanha para a Volkswagen do Brasil (Prêmio Clio Awards – EUA); campanha “Coração”, para os Sorvetes Kibon (todos os prêmios nacionais de criatividade para o musical desenvolvido com o cantor Eduardo Dusek); campanha Verde-Amarelo, criada para a Petrobrás (Prêmio Nacional de Criatividade); campanha Caderneta de Poupança (Prêmio do Clube de Criação do Rio de Janeiro); campanha para a BASF (Prêmio Nacional de Criatividade em Propaganda Rural para a série de comerciais de TV); campanha para o Banco Mercantil de São Paulo (Prêmio de Criatividade para a série de comerciais desenvolvida com o ator Jô Soares). Calendário Pirelli, sobre o tema O Circo (Prêmio Nacional de Criatividade). Também foi autor dos projetos culturais Desfiles Itinerantes da Rhodia – A Beleza com o Pé na Estrada, em homenagem a Lívio Rangan, publicitário e promotor de desfiles na década de 60; Futebol Ao Vivo nas Manhãs de Domingo – projeto que visa a promover o reencontro informal e afetivo dos grandes ídolos do futebol com seus admiradores, com exposição de fotos, vídeos, objetos de cena de jogos memoráveis (bolas, uniformes, troféus etc.). Atuação em TV – Criador e diretor do programa independente Pesca & Companhia, exibido no SBT e na TV Bandeirantes, com apoio da General Motors do Brasil e da Varig (desligou-se do projeto quando o programa se desviou de sua linha ecológica e cultural); roteirista e participante especial do programa Pé na Estrada, apresentado por Eduardo Araújo, no SBT; roteirista do projeto Pense Grande – uma série de programas da Fiesp/Ciesp, dirigidos a pequenos empresários e apresentados pela TV Cultura de São Paulo; roteirista do programa Vitrine, da TV Cultura de São Paulo; convidado especial do Som Brasil, apresentado por Lima Duarte, na Rede Globo; breve atuação como consultor de novela, na Rede Globo, em razão do livro Anjo e Demônio na Propaganda, de sua autoria. Atuação no Jornalismo: criador e diretor de redação da revista Pesca & Companhia, que abordava pesca esportiva e ecologia. Atuou durante dez anos no Grupo Folha de S. Paulo (jornais Folha de S. Paulo, Folha da Tarde, revista Ponto de Venda), passando de repórter a editor e cronista. Como cronista, escreveu artigos semanais, revezando-se com Carlos Heitor Cony, Helena Silveira de Queirós, Lourenço Diaféria, Décio Pignatari, Carlos Brickman. Convidado pela Fundação Cultural de Curitiba, Arcanjo Terra foi colunista do informativo cultural A Raposa, com artigos ilustrados por trabalhos de Miran e Poty. Atuação no Magistério: Lecionou Redação (criatividade aplicada ao texto) na Faculdade Anhembi de Comunicação Social. Atualmente, leciona Cinema, Televisão e Teatro na Unip. Atuação na Música: diretor e trompetista do primeiro grupo de música jovem a se apresentar no Teatro Municipal de São Paulo, com grande repercussão na época. Gravou para o Clube de Criação de São Paulo. Participou de jam sessions no Maksoud Plaza e no Museu de Arte Moderna de São Paulo (MAM). Em 2002, em parceria com Douglas Mondo, criou o musical Não Fais Mal, Não Tem Portância – resgatando a vida e a obra de Adoniran Barbosa –, que foi apresentado, no mês de maio, na sede de campo do Clube Jundiaiense e, em junho, no Teatro Polytheama. Em 2003, publicou, em parceria com Renato Bezzan, Jundiaí do Canto do Japi, com textos e fotos sobre o desenvolvimento urbanístico de Jundiaí sob influência dos mestres-construtores e artesãos de origem italiana.

Encontrou algum erro?

Envie uma correção

EFEMÉRIDES
Em 13 de abril de ...
1930 Nascia em Jundiaí o ator Olivo Tubini.
1933 Nascia em Jundiaí a escritora e farmacêutica Aída Radanovic.
1951 Nascia em Jundiaí o pintor Apolônio Camacho Bizerra.
1960 Nascia em Jundiaí o pintor Paulo Roberto Luchetti.

Saiba mais sobre estes e outros personagens, instituições e fatos ligados às Artes, à Cultura e à História de Jundiaí navegando pela nossa Enciclopédia Digital.

Acompanhe nossas Redes sociais
Parceiros

Copyright © 2021 Jundipedia. Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por PROJECTO