SERQUEIRA, ISAC VIEIRA

(Barretos-SP, 29/12/1956) – Músico. Filho de Manoel Calixto Serqueira e Terezinha Vieira, foi levado à música pelo hábito de acompanhar o pai, tios e primos nos ensaios e apresentações do coro da igreja, em sua terra natal. Aos oito anos, mudou-se com a família para Jundiaí e logo começou a participar de programas de calouros que eram realizados na Rádio Santos Dumont. Nesse meio, conheceu Celso Accorsi e Ton Fonseca, com os quais montou seu primeiro conjunto musical, o Red Star, que teve curta duração. Mais tarde, passando a trabalhar como técnico de som da banda Os Fabulosos, teve sua primeira oportunidade de cantar num baile, quando Nezinho Gomes o chamou para substitur o crooner que havia faltado. A partir daí, não parou mais de cantar, participando, inclusive, da fundação de vários conjuntos musicais na cidade, como o Mamaquilla, em que teve como parceiros Celso Accorsi e João Jampaulo Jr., a Star Band, com a cantora Kátia Regina, e a banda Cravo & Canela, fundada em 1981 e extinta em 1986, da qual fizeram parte o próprio Celso Accorsi, Luiz Carlos Estepe, Aníbal, Ângelo, Renato Vianna e Sérgio Fioravante. Também participou de vários festivais, como o último do Ginásio Industrial, realizado no Polytheama, no qual obteve a segunda colocação com a música Poeta Popular; o Festival de Música de Caieiras (Femuca), em 1982, onde ajudou a defender a música vencedora, Poropopó; o Festival Estudantil de Campo Limpo Paulista, no qual foi classificado em terceiro lugar com Fevereiro Sem Você, e o último festival do Clube Jundiaiense, no qual se classificou com Bicicletas Voam. Passada essa fase, Isac voltou seu interesse para o jazz, formando com Celso Accorsi, Daniel Busanelli e Tato, um conjunto que tocava em bares e eventos, sem usar nenhuma denominação. Foi nessa época que, numa de suas viagens ao Rio de Janeiro, a serviço do Fórum, conheceu outros músicos e passou a se apresentar com eles no Cassino da Urca, Bola Preta, Roda Viva, Helênico e América. De volta à noite jundiaiense, formou com Fábio Copette, Kátia Regina, Celso Accorsi e Luiz Carlos Estepe o Quartet Concert. Desde então, apresenta-se como freelancer, fazendo parcerias com Renato Vianna, Neguinho, Estepe e outros músicos de expressão na noite jundiaiense, ou, ainda, com sua própria banda, a Isac Tim Banda Show, que estreou em 2002, animando o baile de carnaval realizado no Sítio São Silvestre. Entre os clubes e casas noturnas onde mais se apresentou figuram: Uirapuru, Grêmio C.P., Jundiaiense, São João, Sfinge Bar, Habeas-Corpus, Nossa Casa, San Remo, Carinhoso, Kantão, Boteco, Cachaçaria Água Doce, Restaurante Eden Garden (Paineiras Center), File & Cia. e Telhado Chopp. Participações especiais: shows com Maura Doc, em Campinas; show na Fazenda da Família Real, em Americana-AM; eventos realizados em Parati-RJ; abertura de shows em Festas da Uva e do Morango e na Feira da Amizade, em Jundiaí; Festa da Uva de Vinhedo; programa Chão de Estrelas, na TV Brasil, de Campinas; programa Chambert’s, na EPTV-Campinas; programa Ensaio dos Músicos, de Roberto Mendonça, na TVE-Jundiaí; encontros das terças-feiras do Movimento Cultural Cidade de Jundiaí, no Paineiras Center (2001) e no Clube Jundiaiense (2002/2003).

Encontrou algum erro?

Envie uma correção

EFEMÉRIDES
Em 22 de abril de ...
1934 Nascia em Jundiaí a professora e musicista Janet Ferreira Prado.
1966 Nascia em Jundiaí a jornalista, advogada, professora universitária e escritora Kátia Raquel Bonilha Keller.
1970 Nascia em Ouro Verde-SP o ator Vanderlei Dias de Oliveira.  

Saiba mais sobre estes e outros personagens, instituições e fatos ligados às Artes, à Cultura e à História de Jundiaí navegando pela nossa Enciclopédia Digital.

Acompanhe nossas Redes sociais
Parceiros

Copyright © 2021 Jundipedia. Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por PROJECTO