SELIG, MÍRIAM

(São Paulo, 26/05/1945) – Fundadora, em 1983, do Teatro Amador Mocidade Estudantil Jundiaiense. Trabalhou com Sérgio Cardoso na peça Sonho de Uma Noite de Verão e com Felipe Vagner na década de 60, como assistente de direção e atriz nos espetáculos Peg on My Heart e Joãozinho Anda Prá Trás, entre outras. Convidada para a GIPA – gincana das escolas Anchieta – formou o grupo inicialmente chamado TAME e depois TAMEJ, registrado no MEC e decretado de utilidade pública em Jundiaí. O grupo estreou com a peça beneficente Pluft, o Fantasminha, de Maria Clara Machado, ocupando o palco do Colégio Técnico (atual ETEVAV). Depois foi encenada Se Meu Papagaio Falasse, de autoria da própria Míriam. Em 1984 o grupo encenou O Processo 1313, escrito por Míriam e João Jampaulo, e se apresentou pelo interior e capital de São Paulo, ficando mais de um ano e meio em cartaz. Após o sucesso de O Processo 1313, o TAMEJ encenou O Caso Estéril e Casais em Crise (1987). Na década de 90, Míriam tentou montar em Jundiaí, o espetáculo O Palhaço Latinha, de Jorge Alves – com a temática da reciclagem – adaptado para musical e ensaiado por três meses no Colégio Técnico. Em outro campo, traduziu a peça O Fantasma da Ópera, de Lloyd Weber, com aprovação do escritor e auxílio da professora Marta Rocha. Atualmente, Míriam se dedica à atividades de pesquisa em energias de cura.

Encontrou algum erro?

Envie uma correção

EFEMÉRIDES
Em 22 de abril de ...
1934 Nascia em Jundiaí a professora e musicista Janet Ferreira Prado.
1966 Nascia em Jundiaí a jornalista, advogada, professora universitária e escritora Kátia Raquel Bonilha Keller.
1970 Nascia em Ouro Verde-SP o ator Vanderlei Dias de Oliveira.  

Saiba mais sobre estes e outros personagens, instituições e fatos ligados às Artes, à Cultura e à História de Jundiaí navegando pela nossa Enciclopédia Digital.

Acompanhe nossas Redes sociais
Parceiros

Copyright © 2021 Jundipedia. Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por PROJECTO