SABIÁ, PEDRO LUIZ

(Jundiaí, 9/12/1956) – Pintor autodidata. Ainda adolescente, Sabiá começou a procurar o seu caminho nas artes plásticas, pesquisando técnicas com argila e fornitura, mas acabou se identificando com entalhe em madeira. Foi com trabalhos realizados nessa técnica que, em 1973, Sabiá tomou parte na II Mostra de Arte do Clube Beneficente e Recreativo 28 de Setembro e também com eles que, durante mais de 20 anos, se fez um dos artesãos mais conhecidos na cidade. No início dos anos 90, contudo, ficando impedido de entalhar por seis meses, devido a uma cirurgia, Sabiá foi obrigado a usar outro tipo de suporte para os seus desenhos, vindo a revelar, então, excepcional dom para a pintura, alcançando, em curtíssimo espaço de tempo, fama e prestígio com suas telas. A Feira de Artes do Embu, onde teve início sua carreira, continua sendo o principal reduto de exposição e venda de suas obras, embora elas também cheguem aos colecionadores através de galerias, inclusive no Exterior. Um de seus trabalhos foi capa da Lista Telefônica de Jundiaí e Região em 1996. É catalogado no Artes Plásticas Brasil, de Júlio Louzada, e no Anuário Jundiaiense de Artes Plásticas (Literarte, edições de 1997, 1998 e 1999). Coletivas: Galeria de Arte Tolouse (Lages-SC); Espaço Cultural Barril (Jundiaí); Glattzentrum Galeiie Zurich (Suíça); Espaço Especial de Artes e Decoração (Shopping Beira-Rio, Blumenau, Santa Catarina); Espaço Cultural Ernest & Young (São Paulo); Centro Cultural Tao Sigulda (Campo Limpo Paulista-SP); Galeria do Teatro Polytheama (Jundiaí); Grêmio Recreativo C.P. (Jundiaí); Complexo Cultural Argos (Jundiaí); Maxi Shopping Jundiaí; CenterVale Arts (CenterVale Shopping, São José dos Campos-SP). Individuais: Espaço Cultural Barril (Jundiaí); Gabinete de Leitura Ruy Barbosa. Salões: 1996 – XI Encontro de Artes Plásticas de Atibaia-SP; I Salão Vinhedense de Arte Contemporânea; 1997 – I Salão Regional de Artes Plásticas do Embu (SP).

Encontrou algum erro?

Envie uma correção

EFEMÉRIDES
Em 13 de junho de ...
1966 Nascia em Montevidéu-Uruguai a coreógrafa Lis Michele Garcia Alaniz Lopes.
2008 Falecia em Jundiaí, aos 63 anos, a pianista e bailarina Teresa Cristina Sciamarelli.

Saiba mais sobre estes e outros personagens, instituições e fatos ligados às Artes, à Cultura e à História de Jundiaí navegando pela nossa Enciclopédia Digital.

Acompanhe nossas Redes sociais
Parceiros

Copyright © 2021 Jundipedia. Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por PROJECTO