RAÍZES AÉREAS

Banda de música popular surgida em 1998, reunindo os músicos Sapiranga (violão/vocal), Michel Danon (percussão), Claudinei Duran (guitarra), Dagoberto Nogueira (percussão) e Íris Marques (triângulo/vocal). Em 1999, gravou um CD experimental e independente, chamado Bandeiras Antigas, no qual, além da música homônima, de autoria de Edvaldo de Cabral, estão outras preciosidades, como Cicatrizes do Equador e Manifesto de Um Bardo da Cidade – duas parcerias entre o músico Sapiranga e o poeta Eduardo Vianna – e A Morena e Eu. O trabalho da banda acabou virando um projeto temporário, chamado Ruas, Praças e Viadutos, que levava outros músicos e atores dos grupos Quanta e Clown – além de Virgínia Costábile – para eventos em locais alternativos como o Clube 28 de Setembro, a quadra da Escola de Samba União da Vila, o Gabinete de Leitura Ruy Barbosa e a Estação de Paranapiacaba (onde se apresentou na Semana do Ferroviário). Em 2001, Iris Marques e Dagoberto deixaram o grupo, entrando Pedro Ivo na percussão. Em março de 2002 o grupo fez o show Sinfonia das Cores, tocando de cordel e maracatu pernambucano a rock e forró no Teatro de Bolso Primeiro Ato, no centro de Jundiaí.

Encontrou algum erro?

Envie uma correção

EFEMÉRIDES
Em 13 de junho de ...
1966 Nascia em Montevidéu-Uruguai a coreógrafa Lis Michele Garcia Alaniz Lopes.
2008 Falecia em Jundiaí, aos 63 anos, a pianista e bailarina Teresa Cristina Sciamarelli.

Saiba mais sobre estes e outros personagens, instituições e fatos ligados às Artes, à Cultura e à História de Jundiaí navegando pela nossa Enciclopédia Digital.

Acompanhe nossas Redes sociais
Parceiros

Copyright © 2021 Jundipedia. Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por PROJECTO