PUPO, JOÃO DE CAMARGO

(Jundiaí, 21/10/1896 +l7/2/1954) – Ator comediante e músico. Nome artístico: João Pupo. Filho de Joaquim Romão da Silveira Pupo e Maria do Carmo de Camargo. João Pupo teve uma infância pobre, vivida entre a Rua Zacarias de Góes (onde morava) e o Largo de Santa Cruz. Ainda adolescente, empregou-se na antiga Cia. Paulista de Estradas de Ferro, a fim de ajudar sua família. Depois de aposentar-se como ferroviário, ainda trabalhou como inspetor de alunos na Escola Normal de Jundiaí (depois, Instituto de Educação), permanecendo em atividade até seu falecimento. Desenvolveu o gosto pelas artes, particularmente, nos campos do teatro e da música, aos quais sempre esteve ligado. Atuando em grupos como os do Grêmio Estudantino José Feliciano de Oliveira, da Cruzada da Mocidade Católica e o Guarany, cabiam-lhe, sempre, os papéis mais divertidos. Encenando peças no antigo Polytheama, no salão do Cine Rosário (depois, Marabá), no salão da Igreja São Bento e em outros teatros da região, contracenou com vários artistas famosos, como Genésio Arruda, Cornélio Pires e Procópio Ferreira. Na parte variada dos espetáculos, apresentava-se como declamador de poesias caipiras e contador de causos e piadas, que provocavam as mais sonoras gargalhadas. Também fez parte do primeiro cast de artistas da Rádio Difusora Jundiaiense, participando de programas humorísticos, realizados na própria rádio, e do Prata da Casa, realizado no antigo Cine Ideal. Como músico, atuou na antiga Banda Paulista, sob a regência do maestro Paulo Mário de Souza, e acompanhou, por muitos anos, dois dos mais expressivos grupos do folclore regional: o Chorões do Japy e a Banda Aurifulgente. Também, durante décadas, foi ativo participante dos festejos juninos realizados na cidade, comandando muitos deles no antigo Cassino Jundiahyano (atual Clube Jundiaiense), no Grêmio C.P., na Associação Esportiva Jundiaiense, na Chácara Martinasso e no Clube Veteranos. Em reconhecimento à sua contribuição para a cultura popular, a Câmara Municipal de Jundiaí atribuiu seu nome a uma das ruas do bairro do Anhangabaú.

Encontrou algum erro?

Envie uma correção

EFEMÉRIDES
Em 24 de abril de ...
1875 Nascia em Petrópolis-RJ o músico Eduardo Tomanik.  
1929 Nascia em Jundiaí o cantor Durval de Brito Salles.
1957 Nascia em Jundiaí o violeiro e violonista Lázaro Purgato, conhecido como Corvo Branco ou Corvo Campeiro.
1959 Nascia em Itatiba-SP a pintora Elisabeth Fontana Suzan.
1971 Nascia em Jundiaí Débora Emi Mitsunaga, a primeira brasileira descendente de japoneses a ser eleita Miss Nikkey Internacional.
1976 Nascia em Campinas-SP o músico Christian Ricardo Guerreira dos Reis.
1985 Nascia em Jundiaí o ator e diretor teatral Ricardo Luiz Grasson.
1985 Nascia em Jundiaí o ator e diretor teatral Ricardo Luiz Grasson.
1985 Nascia em Jundiaí o ator e diretor teatral Ricardo Luiz Grasson.
1985 Nascia em Jundiaí o ator e diretor teatral Ricardo Luiz Grasson.

Saiba mais sobre estes e outros personagens, instituições e fatos ligados às Artes, à Cultura e à História de Jundiaí navegando pela nossa Enciclopédia Digital.

Acompanhe nossas Redes sociais
Parceiros

Copyright © 2021 Jundipedia. Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por PROJECTO