PICARDI, ANDERSON JOSÉ

(Jundiaí, 8/5/1961) – Escultor e entalhador. Bacharel em Educação Artística pela Fundação Municipal de Ensino Superior de Bragança Paulista, pós-graduado em Arte-Educação e Mestre em Educação pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas. Convive com as artes plásticas desde 1973, quando começou a dar relevos à madeira com o uso de ferramentas cuja técnica, aperfeiçoada mais tarde, veio a repassar a dezenas de aprendizes. Paralelamente às aulas que ministra, como professor de Educação Artística no Colégio Memorial e na E.E.P.S.G. Profª Ana Pinto Duarte Paes, ambos em Jundiaí, Anderson tem participação permanente na Feira de Arte da Praça da Convivência, em Campinas-SP, onde suas peças são adquiridas por colecionadores de vários estados brasileiros e também de outros países. Cursos de extensão curricular: 1995 – Expressão Corporal; Coordenação: Euclides Barbosa Sandoval; Workshop O Corpo Fala – Linguagem Teatral; Euclides Barbosa Sandoval; A Arte Através da História; Palestrante: Luís Carlos Capelano; 1996 – Por que Arte-Educação?; Palestrante: Ione Dalara; Arte Serigráfica; Serígrafo: Edson Gonçalves; Workshop de Pintura Corporal Laedir Motta; 1997 – A Arte de Ensinar; Palestrante: Prof. Isis Gonçalves; Projeto Sucatearte; Prof. Edson Gonçalves; 1998 – Palestra: Trabalhando a Autoestima e a Interdisciplina na Sala de Aula; Curso O vídeo na Sala de Aula: Um instrumento Pedagógico ao Alcance do Professor; Curso PEC/Secretaria Estadual de Educação – Ética e Valores: Métodos para um Ensino Transversal; Prof. Dr. Ulisses Ferreira de Araújo (Unicamp); Palestra Ética Docente; Prof. Dr. Júlio Groppa Aquino (USP); Seminário Educação Continuada no Limiar do Século XXI: Significado, Avaliação e Perspectivas – Unicamp; Encontro de Avaliação e Perspectivas do Subprojeto As Relações Entre Moralidade e Indisciplina Escola – Unicamp. Trajetória artística: 1973 – Início como entalhador e escultor em madeira; 1976 – Participação no movimento precursor da 1ª Mostra de Arte e Artesanato de Jundiaí; 1977 – Viagem de estudos a Salvador-BA, onde conhece o trabalho de artistas ligados ao Barroco e ao Colonial Brasileiro; 1978 – Trabalho premiado na fase municipal do Concurso Nacional Símbolo da Semana da Pátria – promoção da Prefeitura de Jundiaí; Trabalho premiado na fase estadual do Concurso Nacional Símbolo da Semana da Pátria – promoção do Governo do Estado de São Paulo; Participação na mostra Arte e Artistas – promoção do Colégio Técnico de Jundiaí; 1979 – I Mostra Individual no Gabinete de Leitura Ruy Barbosa; 1980 – Participação na Feira Municipal de Arte e Artesanato de Jundiaí; 1982 – Mostra Individual no Banco América do Sul (São Paulo); 1983 – Mostra coletiva no Banco América do Sul (São Paulo); 1984 – Início de sua participação na Feira de Arte da Praça da República; 1985 – 1º Prêmio no Concurso AUTAN de Escultura em Areia (Ubatuba-SP); 1º Prêmio no Concurso AUTAN de Escultura de Areia (Itanhaém-SP); Participação na Feira Brasileira de Artesanato (Pavilhão da Bienal/Parque do Ibirapuera (São Paulo); 1986 – V Exposição do Presépio Artesanal Paulista (MASP/São Paulo); Individual no saguão do Hotel Veleiro (Parati-RJ); Feira Regional dos Municípios (Jundiaí); 1987 – Indicação do Consulado Francês para remessa de trabalhos à França, por intermédio da SUTACO; 1988 – Individual no Restaurante e Pizzaria O Chopão (Jundiaí); Coletiva no Espaço Cultural Barriga’s Bar (Jundiaí); Individual na Galeria de Arte Raphael de Andrade Duarte (Campinas-SP); Individual no Salão de Convenções do Hotel Edelweiss (Jaguariúna-SP); 1990 – Nomeação como membro da Comissão Municipal de Artes Plásticas de Jundiaí; Individual no Restaurante Filé & Cia. (Campinas-SP); Individual na Caixa Econômica Federal/Ag. de Campo Limpo Paulista-SP; Coletiva na Casa da Cultura de Jundiaí; 1991 – Coletiva na Caixa Econômica Federal/Ag. de Jundiaí; Individual no Paineiras Center; Nomeação como presidente da Comissão Municipal de Artes Plásticas de Jundiaí; Participação no Espaço Amizade Arte, durante a 22ª Feira da Amizade de Jundiaí; Início como monitor do Curso de Entalhes em Madeira no Centro das Artes de Jundiaí; Coletiva no Centro Cultural Tao Sigulda (Campo Limpo Paulista-SP); Coletiva na Caixa Econômica Federal, Ag. de Jundiaí; participação no Salão de Arte de Mogi-Mirim; 1992 – Membro da Comissão Organizadora do Salão de Arte Jundiaí-92; Coletiva na Galeria Aliança Francesa (Campinas-SP); Individual no Espaço Cultural do Sindicato dos Bancários de Campinas-SP; Coletiva na Associação Atlética Banco do Brasil (Campinas-SP); Coletiva no Tênis Clube de Campinas-SP; Coletiva no Círculo Militar de Campinas-SP; 1993 – Cenografia das peças teatrais infantis da Escola de Arte Dramática de Jundiaí (EADJ); Individual no Restaurante Le Troquet (Campinas-SP); Coletiva na Associação dos Artistas Plásticos de Campinas e Região (Campinas-SP); 1994 – Artista Convidado na I Mostra de Arte da Prefeitura Municipal de Cajamar-SP; Coletiva Franciscanas no Espaço Cultural Nossa Caixa Nosso Banco (Jundiaí); 1995 – Coletiva na Semana Cultural FACILE (Bragança Paulista-SP); Individual no Restaurante Filé & Cia. (Campinas-SP); Ingresso no Grupo Teatral da FACILE (Bragança Paulista-SP); Apresentação do monólogo Encontro Com Van Gogh em Bragança Paulista-SP; Coletiva no Restaurante O Chopão (Jundiaí); 1996 – Coletiva no Escritório Regional do Jornal da Cidade (Várzea Paulista-SP); Coletiva na Semana Cultural FESB (Bragança Paulista-SP); 1997 – Coletiva na Universidade São Francisco (Bragança Paulista-SP); Início de remessa de trabalhos para a Galeria Balangandã, de Lisboa-Portugal; Coletiva na Semana Cultural FESB (Bragança Paulista-SP); 1998 – Coletiva Infraero (Saguão do Aeroporto de São José dos Campos-SP); Coletiva na Galeria Berimbal (Embu das Artes-SP); Coletiva dos Alunos do Curso de Pós-Graduação da Puccamp (Círculo Militar de Campinas-SP); Feira Semanal de Arte e Artesanato do Centro de Convivência (Campinas-SP); Individual na Galeria Raphael de Andrade Duarte (Campinas-SP); 2000 – Educação com Arte (Sala de Exposições Cecília Meirelles/Complexo Argos, Jundiaí); 2001/02 – Coletiva do Grupo Estação Paulista (Museu da Cia. Paulista, Jundiaí); 2002 – Coletiva Resíduos de Uma Súplica (Artista convidado do Núcleo Olho Latino; Sala de Exposições Cecília Meirelles/Complexo Cultural Argos, Jundiaí).

Encontrou algum erro?

Envie uma correção

EFEMÉRIDES
Em 12 de abril de ...
1898 Nascia em Jundiaí o professor Oscar Augusto Gelli.
1929 Nascia em Jundiaí o ator e bailarino Jayro de Barros Lara.
1935 Nascia em Jundiaí o violonista e luthier Romualdo Russo.
1942 Falecia em Jundiaí o desenhista, projetista e construtor César Ferrari.
1946 Nascia em Casa Branca-SP a pintora Juçara Pimenta de Pádua Colagrossi.
1959 Falecia em Campinas-SP, aos 84 anos, o Padre Felisberto Schubert, reorganizador da Ordem Salvatoriana no Brasil.
1988 Falecia em Jarinu-SP, aos 59 anos, o ator e bailarino Jayro de Barros Lara.

Saiba mais sobre estes e outros personagens, instituições e fatos ligados às Artes, à Cultura e à História de Jundiaí navegando pela nossa Enciclopédia Digital.

Acompanhe nossas Redes sociais
Parceiros

Copyright © 2021 Jundipedia. Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por PROJECTO