PETRONI, MARILZES

Curitiba-PR, 11/2/1943 – Pintora, poetisa, criadora e ilustradora de livros infantis. Marilzes começou a pintar aos 12 anos e, já então, foi premiada em um concurso de desenho, ganhando uma bolsa de estudos na Escola de Belas Artes de Curitiba-PR. Seus trabalhos em óleo sobre tela tiveram início em 1973. Nesta época, residindo em Recife-PE, suas telas receberam influências de artistas locais. Em 1975, morando na Bahia, passou a retratar pitorescos casarios e cidades antigas. Depois, em 1977, morando no Rio de Janeiro, seu estilo floresceu para o interesse do diferente e, saindo da representação convencional, passou a expressar-se usando figurativo geométrico. Em 1979 retornou para Curitiba e começou a participar de coletivas e salões nas principais praças brasileiras, consagrando definitivamente sua arte ao lograr várias medalhas de ouro, prata e bronze. É, também, representante do Anuário Latino-Americano de Artes Plásticas no Brasil. Publicou os seguintes livros, entre outros: Os Presentes de uma Estrela (Campinas-SP, 1988); As Aventuras das Estrelinhas (Campinas-SP, 1989); …E as Estrelinhas Descobrem seus Poderes (Campinas-SP, 1989); Poesias, Simplesmente (João Scortecci Ed., São Paulo, 1993); Série Nossos Animais – Papagaio, Tuiuiú e Gralha Azul (João Scortecci Ed. São Paulo, 1997); Nova Série Nossos Animais – Araponga, Gavião e Ariranha (Editora Liza, São Paulo, 1998). Trajetória artística: 1982 – 1ª Mostra de Miniquadros (Clube Sírio-Libanês, Curitiba-PR); Exposição de Quadros (Atelier Alfredo Andersen, Curitiba-PR); 1983 – Exposição Pintura de Novos (Curitiba-PR); 27° Salão de Artes Plásticas para Novos (Curitiba-PR); 3° Salão Jovem Arte Sul-América (Rio Grande do Sul); Exposição de Quadros (Atelier Alfredo Andersen, Curitiba-PR); 18° Salão de Belas Artes da Primavera (Curitiba-PR); Exposição Artística-Cultural do Clube Curitibano (Curitiba-PR); Leilão de Arte (Graciosa Country Club, Curitiba-PR); Individual Realidade Brasileira (Sala Bandeirantes de Cultura, Curitiba-PR); 2ª Mostra de Miniquadros do Clube Sírio Libanês (Curitiba-PR); 1984 – 42° Salão Livre (Associação Paulista de Belas Artes, São Paulo); Coletiva da Associação Paranaense de Artistas Plásticos (Curitiba-PR); Individual na Caixa Econômica Federal (São Paulo); 18° Salão da Primavera (São Paulo); 2ª Coletiva da Associação Paranaense de Artistas Plásticos (Curitiba-PR); Leilão de Arte “Pátio” (São Paulo); 1985 – 3ª Coletiva da Associação Paranaense de Artistas Plásticos (Curitiba-PR); Individual no Tênis Clube de Jundiaí; Exposição na Galeria Rubayat (São Paulo); Salão Portinari (São Paulo); II Salão Nacional de Artes Visuais (Sociedade Brasileira de Belas Artes, Rio de Janeiro-RJ); V SNAP Preciliano Silva, Bahia Othon Hotel (Salvador-BA; Troféu Criatividade); IV SNAP Flores da Primavera (São Paulo; Medalha de Bronze); Coletiva da APAP do Paraná (Curitiba-PR; Grande Medalha de Prata); Leilão “Pátio” (São Paulo); II SNAP Guido Vergani (Belo Horizonte-MG); VI Salão da Vila Militar (Rio de Janeiro-RJ); IV Salão Flores da Primavera (Rio de Janeiro-RJ); V SNAP Brigadeiro Eduardo Gomes (Museu da Aeronáutica, São Paulo; Medalha de Bronze); Membro do júri e convidada de honra do 9° Salão de Artes de Franca-SP; Individual na Secretaria de Esportes e Turismo (São Paulo); 1986 – SNAP Salgado Filho (Museu da Aeronáutica, São Paulo; Menção Honrosa); Prêmio Brasil Contemporâneo de Artes Plásticas (Salão Portinari, São Paulo); Individual na Faculdade São Judas Tadeu (São Paulo); Salão Nacional de Artes Plásticas (Clube Homs, São Paulo), Coletiva (Salão Portinari, São Paulo); First Exhibition of Brazilian Contemporary Art (Curtis Hixon Convention Center, Tampa, USA); II Salão Alcir Ramalho (Teatro Guaíra, Curitiba-PR); Individual na Secretaria de Cultura e do Esporte de Curitiba (PR); XI SNAP Santos Dumont (Museu da Aeronáutica (São Paulo; Medalha de Prata); Individual na Biblioteca Mário de Andrade (São Paulo); Individual no Espaço Burdines (São Paulo); V Salão de Artes São Judas Tadeu (São Paulo; Medalha de Ouro); 1987 – 1ª Mostra Brasil-Holanda (Amsterdã, Holanda); 4ª Mostra da Associação Paranaense de Artes Plásticas (Curitiba-PR); 2ª Mostra da Academia Brasileira de Artes e Ciências (São Paulo, Curitiba e Londrina-PR); Individual no Centro Cultural-Brasil Estados Unidos (Curitiba-PR); Coletiva de Artistas Plásticos do Anuário Latino Americano (São Paulo); Individual no Othon Palace Hotel (São Paulo); Bienal Internacional Latino-Americana (São Paulo; Medalha de Prata); 1988 – 4ª Coletiva da Galeria de Arte do Sesi (São Paulo); Lançamento do 1° de uma série de livros voltados para o público infantil, com apresentação de cin-co personagens criados pela artista (Campinas, São Paulo e Jundiaí); Individual no Banco Real (São Paulo); 1989 – Coletiva no Espaço Projeto (São Paulo-SP); Individual no Spazio Pirandello (São Paulo); Coletiva do Centro Cultural Tao Sigulda (Campo Limpo Paulista-SP); Individual na Pinacoteca Municipal de Piracicaba-SP; Exposição na Casa do Professor (São Paulo); Individual no Teatro Guaíra (Curitiba-PR); Individual no Espaço Cultural Toriba (São Paulo); 1990 – Coletiva no Centro Cultural Tao Sigulda (Campo Limpo Paulista-SP); Coletiva de Arte Sobre Papel (Anhembi, São Paulo); Individual na Fundação Cásper Líbero (São Paulo); 1991 – Coordenação da Comissão de Arte para o Centenário da Avenida Paulista (São Paulo); Elaboração do Desenho do Carimbo Filatélico Comemorativo do Centenário da Avenida Paulista (São Paulo); Realização de trabalhos com jovens – A Paulista na Ótica dos Jovens (São Paulo); Coletiva na Galeria Villa D’Arte (São Paulo); Coletiva no Centro de Negócios de São Paulo; Individual no Espaço Mercatori (São Paulo); 1992 – Convidada para representar o Anuário Latino-Americano de Artes Plásticas no Brasil; Lançamento do livro Poesia Simplesmente, com ilustração de suas aquarelas; Individual na Biblioteca Adelfa Figueiredo (São Paulo); 1993 – Estudos sobre pintura com Thomaz Ianelli; Lançamento, em São Paulo, do Anuário Latino-Americano de Artes Plásticas, com exposição coletiva dos brasileiros catalogados; Exposição de brasileiros, argentinos e uruguaios catalogados no Anuário Latino-Americano de Artes Plásticas (Buenos Aires, Argentina); Formação do Grupo Nós; Coletiva do Grupo Nós (Espaço Tabacow, São Paulo); 1994 – Curadora de Coletiva da Associação Profissional de Artistas Plásticos no Museu da Cultura (São Paulo); Mostra dos Artistas catalogados no Anuário Latino-Americano de Artes Plásticas; Curadora no Museu de Arte Contemporânea de Campinas (Campinas-SP); Curadoria de Coletiva da APAE – Tendências (Museu da Cultura, São Paulo); 1995 – Exposição Coletiva reunindo artistas da Argentina, Brasil, Chile, Peru e Uruguai (Cuartel de Dragones, Maldonado, Uruguai); Relançamento da Coleção Mágica pela Editora Lisa; participação nos trabalhos de decoração da Casa 2010; coletiva A Arte da Paz (Fundação Mokiti Okada; Hebraica e Centro Cultural São Paulo); publicação, pela Lei Mendonça, de 45 mil livros, em três títulos doados à Secretaria Municipal de Educação da Capital; individual Exato Procedimento (Ga-leria Grossman, São Paulo); Exposição Cone Sul (Galeria Latino-América, Buenos Aires, Argentina); Coletiva Argentina, Brasil, Chile, Peru e Uruguai no Paço da Arte (São Paulo); Exposição Setembro (Lúcia Dantas Galeria de Artes, São Paulo); 1996 – Exposição Olhares de São Paulo (Galpão das Artes, São Paulo); individual no Paineiras Center (Jundiaí); coletiva no Maxi Shopping (Jundiaí); Feira de Arte de Buenos Aires (Argentina); Inauguração de escultura de grande porte em Jundiaí; 15ª Exposição da Sociedade no Clube Atlético Monte Líbano (São Paulo); 1997 – Exposição de artistas brasileiros no Salão de Decoração (Paris, França); Exposição de artistas do Anuário no Brasil (Memorial da América Latina, São Paulo); Individual na Fundação Arte A.C. Monterrey (México); Inauguração do Espaço de Arte Marilzes Petroni (Parque da Fazenda, Jundiaí); Exposição latino-americana em Madri (Espanha); 1998 – Individual no Centro Cultural Cândido Mendes (Rio de Janeiro); 2002 –Palestra na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo sobre o tema Ex-Geométricos X Violência; 2004 – Coletiva Arte 15 (Memorial da América Latina, São Paulo, e Centro de Exposições Guimarães Rosa / Complexo Cultural Argos, Jundiaí). Ateliê – Marilzes Petroni mantém seu ateliê no Condomínio Parque da Fazenda (km 74,5 da estrada Jundiaí-Itatiba), onde promove cursos, seminários, workshops e outros eventos ligados às artes plásticas. CRÍTICA: “Marilzes Petroni investiga a racionalidade das formas, cores e volumes buscando um rigoroso equilíbrio formal” (Ivo Zanini). “O primeiro impacto da pintura de Marilzes Petroni é cenário de formas geométricas que no quadro oferecem um ambiente de movimento muito bem balanceado. Mas os elementos geométricos sempre se revestem de um grande sentido” (Aurélio Benitez). “No silêncio das formas exatas percebemos o desenvolvimento musical das estruturas geométricas. Marilzes Petroni transmite o processo de seu fazer e é subjacente a emoção que presidiu este ritual. As formas e as relações, as estruturas e seu desenvolvimento harmônico e rítmico. O som e a imobilidade” (Jacob Klintowitz).

Encontrou algum erro?

Envie uma correção

EFEMÉRIDES
Em 16 de junho de ...
1927 Nascia em Jundiaí o escritor jurídico e fotógrafo amador Walter Campaz.
1952 Nascia em Morungaba-SP a contista, cronista e artista plástica Maria Helena de Paula Gomes Dias (Lena).
1966 Falecia em Jundiaí, aos 73 anos, o professor João Duarte Paes.
1982 Falecia em Jundiaí, aos 47 anos, o professor, jornalista e radialista Nelson Álvaro de Figueiredo Brito.
1987 Falecia em Jundiaí, aos 83 anos, o intelectual autodidata Walter Gossner.    
2023 Falecia em Jundiaí, aos 82 anos, o advogado, radialista e professor universitário Reinaldo Ferraz de Barros Basile.

Saiba mais sobre estes e outros personagens, instituições e fatos ligados às Artes, à Cultura e à História de Jundiaí navegando pela nossa Enciclopédia Digital.

Acompanhe nossas Redes sociais
Parceiros

Copyright © 2021 Jundipedia. Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por PROJECTO