PESSINI, CARMEM SILVIA TOMASINI PERNAMBUCO

(Jundiaí, 26/8/1950) – Pianista. Desde a infância Carmem Sílvia revelou seu gosto pelo piano. Aos seis anos, incentivada pelos pais Ângelo e Undina, começou a estudar o instrumento, e aos 15 já tocava em audições em escolas, festas e formaturas. Também tocava harmônio (com pedais) em igrejas, inclusive fazendo participações voluntárias para noivas que não podiam pagar – como na paróquia de Santa Terezinha, nos anos 70. Depois de diplomar-se como pianista (1967), fez vários cursos de aperfeiçoamento. Sempre deu aulas de música, com prática e teoria, inclusive enquanto cursava a Faculdade de Pedagogia. Ministrando aulas na rede pública, repassou muitas noções de música e folclore para os alunos. Em 1985 começou a ministrar aulas na Escola Infantil São Francisco de Assis, mas continuou tocando em formaturas e criando bandinhas em escolas do gênero. Em 1994, durante uma festa de casamento, Carmen reencontrou o violinista Edgar Piacentini e convidou-o para formar um duo. Daí passaram não apenas a ensaiar juntos, mas estudar diariamente, ouvindo músicas de grandes intérpretes, incluindo tangos e gêneros mais modernos, buscando um aprimoramento de sua formação erudita e acadêmica. Em 1996, após ser convidada para fazer os arranjos de duas músicas para a Orquestra de Câmara do Colégio Visconde de Porto Seguro, em Valinhos, acabou se fixando como integrante do grupo, com o qual gravou dois CDs oficiais, sendo o mais recente Sementes do Amanhã. A dupla com Edgar ganhou corpo, tornando-se bastante requisitado em eventos como jantares, casamentos, aniversários e outras ocasiões sociais. Gravaram juntos inúmeras fitas e um CD-demo de trilhas de cinema somente para registrar o trabalho da dupla, que pretende ainda gravar mais cinco discos (italiano, cigano, clássico, serestas e tangos). O disco, Melodias Imortais, gravado em 2000, reúne pérolas como Cinema Paradiso e Lista de Schindler, mas não tem caráter comercial, destinando-se, apenas, à difusão do trabalho do duo. Ainda com Edgar, mais o trompetista Vagner Aguiar, Carmem compõe o trio Arte em Música, que também se apresenta em eventos especiais, como foi a plenária de 2002 dos servidores da Educação, realizada no Teatro Polytheama.

Com Edgar Piacentini.
Encontrou algum erro?

Envie uma correção

EFEMÉRIDES
Em 20 de julho de ...
1885 Nascia em Itu-SP o músico e maestro José Maria dos Passos.
1938 Falecia em Jundiaí, aos 63 anos, o médico Domingos Anastasio.
1947 Falecia em Jundiaí, aos 41 anos, o Professor João Muto.
2001 Falecia em São Paulo, aos 30 anos, o ilustrador e criador de histórias em quadrinhos e livros infantis Émerson Eduardo Luiz.
2002 Falecia em Jundiaí o ritmista Island Júnior.
2003 Falecia em Jundiaí, aos 90 anos, o violonista amador José Levada. Falecia em Jundiaí, aos 90 anos, o violonista amador José Levada.
2019 Falecia em Jundiaí o metalúrgico, radialista e ex-vereador Rolando Giarola.

Saiba mais sobre estes e outros personagens, instituições e fatos ligados às Artes, à Cultura e à História de Jundiaí navegando pela nossa Enciclopédia Digital.

Acompanhe nossas Redes sociais
Parceiros

Copyright © 2021 Jundipedia. Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por PROJECTO