NASSER, ANTUNES

(1895 +1978) – Documentarista. Logo que chegou em Jundiaí, em 1914, Antunes Nasser começou a trabalhar com fotografias, uma paixão sua desde a meninice. Mais tarde, em 1936, passou a produzir e promover a exibição de filmes, surgindo daí a Indústria Cinematográfica Brasileira, responsável pela distribuição de suas películas em todo o território brasileiro. Utilizando equipamentos pesados da época, Nasser registrou as principais expedições do Marechal Cândido Rondon para instalar a comunicação por telégrafo no interior do Brasil, especialmente nas regiões Centro-Oeste e Norte. Boa parte desses registros, em fotografia e filmes, acabou servindo de base posterior para a criação do Serviço Nacional de Proteção do Índio (SNPI), antecessor da Funai. Também produziu diversos documentários sobre a cidade e foi fundador do antigo Cine Rosário (1948), que depois se transformou no Cine Marabá (1954) e funcionou com esse nome até 1987.

Encontrou algum erro?

Envie uma correção

EFEMÉRIDES
Em 20 de julho de ...
1885 Nascia em Itu-SP o músico e maestro José Maria dos Passos.
1938 Falecia em Jundiaí, aos 63 anos, o médico Domingos Anastasio.
1947 Falecia em Jundiaí, aos 41 anos, o Professor João Muto.
2001 Falecia em São Paulo, aos 30 anos, o ilustrador e criador de histórias em quadrinhos e livros infantis Émerson Eduardo Luiz.
2002 Falecia em Jundiaí o ritmista Island Júnior.
2003 Falecia em Jundiaí, aos 90 anos, o violonista amador José Levada. Falecia em Jundiaí, aos 90 anos, o violonista amador José Levada.
2019 Falecia em Jundiaí o metalúrgico, radialista e ex-vereador Rolando Giarola.

Saiba mais sobre estes e outros personagens, instituições e fatos ligados às Artes, à Cultura e à História de Jundiaí navegando pela nossa Enciclopédia Digital.

Acompanhe nossas Redes sociais
Parceiros

Copyright © 2021 Jundipedia. Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por PROJECTO