MILANI, MÁRIO

(Jundiaí, 15 de agosto de 1918 – Jundiaí, 24 de setembro de 2003) Um dos mais consumados craques do futebol brasileiro no século XX. Filho de Ondina e Fortunato Milani, Mário fez os seus estudos primários na Escola Paroquial Francisco Telles e formou-se contador na Escola de Comércio Prof. Luiz Rosa. Foi campeão amador de Jundiaí campeão paulista, campeão carioca e bicampeão brasileiro. Foi assistente técnico da antiga Diretoria da Fazenda da Prefeitura Municipal de Jundiaí, onde se aposentou no cargo de diretor. Depois de se bacharelar, Mário passou a responder pela contabilidade da firma de seu irmão Luiz Milani. De 1947 a 1949, fez parte do corpo docente das Escolas Padre Anchieta, como professor substituto de Contabilidade, além de ocupar o cargo de diretor financeiro da mesma instituição. Em paralelo aos estudos e às atividades profissionais como contador, Mário sempre se dedicou aos esportes, tendo integrado a equipe do Paulista F.C. até 1948, quando foi chamado para jogar no C.A. Juventus, clube onde também atuou como técnico em 1950. Em 1951 retornou a Jundiaí para, de novo, defender as cores do Paulista F.C. TRAJETÓRIA NO FUTEBOL – Milani começou a jogar futebol aos 11 anos, integrando a equipe do Estrela de Ouro F.C., que fazia suas partidas no campo do Palmeiras, no bairro do Vianelo. Com 14 anos inscreveu-se no Minas F.C. para a disputa do campeonato varzeano e nesse clube conquistou os seus primeiros títulos nos anos de 1933, 1934 e 1935. Em 1936 transferiu-se para o C.A. Comercial, pelo qual se tornou campeão invicto e artilheiro do Campeonato Principal da cidade em 1937. Com 42 gols. Em 1938 foi contratado pelo São Paulo F.C., pelo qual disputou o Campeonato Paulista em duas temporadas. Em 1940 transferiu-se para o Fluminense do Rio de Janeiro, pelo qual se sagrou campeão carioca, campeão interestadual e campeoníssimo do Brasil. Não suportando o calor do Rio de Janeiro e a saudade da família, Milani retornou a São Paulo em 1941, onde passou a integrar a equipe do S.C. Corinthians Paulista, ao qual ajudou a conquistar os títulos de campeão estadual nos anos de 1942, 1943 e de 1945 a 1947, além da Taça São Paulo de 1942 e 1943, em cujas disputas assinalou 24 e 20 gols, respectivamente. Também foi campeão brasileiro pela seleção paulista em 1941 e 1942, quando se sagrou o maior artilheiro do Brasil. BOLA AO CESTO – Além do futebol, Milani praticou bola ao cesto quando estudava na Escola de Comércio Prof. Luiz Rosa, chegando a conquistar o título de campeão municipal. Também foi campeão dessa modalidade esportiva pela Associação Esportiva Jundiaiense e pela Associação dos Empregados do Comércio de Jundiaí.

Encontrou algum erro?

Envie uma correção

EFEMÉRIDES
Em 13 de junho de ...
1966 Nascia em Montevidéu-Uruguai a coreógrafa Lis Michele Garcia Alaniz Lopes.
2008 Falecia em Jundiaí, aos 63 anos, a pianista e bailarina Teresa Cristina Sciamarelli.

Saiba mais sobre estes e outros personagens, instituições e fatos ligados às Artes, à Cultura e à História de Jundiaí navegando pela nossa Enciclopédia Digital.

Acompanhe nossas Redes sociais
Parceiros

Copyright © 2021 Jundipedia. Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por PROJECTO