MARTELLI, MÁRCIO

Jundiaí, 5/5/1968 – Escritor. Márcio Martelli define-se como “contador de histórias” e “guardião da palavra e da memória cultural da sua contemporaneidade”. Membro da Academia Jundiaiense de Letras e coordenador do grupo “Escritores sem fronteiras”, Martelli participou de diversas Bienais Internacionais do Livro e da Feira Internacional do Livro de Lisboa dos anos de 2011, 2016 e 2019. É autor de dezenas de livros, incluindo “Zeca, o sapinho solitário”, “Eu tenho duas mães”, “A menina que queria ser borboleta”, “Canta que eu conto”, “Momentos imprecisos na imprecisão das horas” e “Selfie: autorretrato”, entre outros. Em 2016, lançou na 86ª Feira do Livro de Lisboa e no Espaço T (Sala Unesco) da cidade do Porto “Toda Pessoa deve ir a Lisboa”. Em 2017, lançou “Longe de mim, perto do céu” e “D’além-mar”, em parceria com Jefferson Dieckmann. Em coautoria com João Pinto e Jorge Trigo, lançou “Um electrico chamado desejo… de conhecer Sintra”. Também publicou “Pessoinha – Fernando Pessoa para crianças”, vol. I e vol. II. Foi organizador e curador da Feira Literária de Vinhedo. À frente da editora In House, criada por ele após duas décadas de trabalho na área de editoração eletrônica, Márcio Martelli tem sido responsável pela produção e lançamento de centenas de novos autores no mercado, inclusive propiciando-lhes oportunidades de participação em bienais e feiras do livro realizadas no Brasil e em Portugal.

Encontrou algum erro?

Envie uma correção

EFEMÉRIDES
Em 21 de abril de ...
1937 Nascia em Jundiaí o cantor Jurandir Edgard Casellato.

Saiba mais sobre estes e outros personagens, instituições e fatos ligados às Artes, à Cultura e à História de Jundiaí navegando pela nossa Enciclopédia Digital.

Acompanhe nossas Redes sociais
Parceiros

Copyright © 2021 Jundipedia. Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por PROJECTO