MACHADO, FELIPPE SECKLER

(Jacutinga-MG, 23/5/1901 +19/2/1956) – Ator, autor e diretor teatral. Foi um dos fundadores da Cruzada da Mocidade Católica em Jundiaí (1924) e também do grupo dramático mantido por essa entidade, no qual atuou desde 1927 até fins da década de 50. Entre outros papéis de destaque, fez o bispo em O Cura de Formillac, peça representada pelo grupo em 1938 e remontada em 1952. Também esteve no elenco de O Órfão de Genebra (de sua autoria) e em O Expresso das 9 e 30, representadas em 1934. Além de atuar no palco, de dirigir e de escrever peças para o grupo, Felippe Machado desempenhou as funções de ensaiador, maquilador, cenarista, ponto e contrarregra. Nos anos 40, também foi ensaiador do grupo da Juventude Operária Católica (JOC), cujas representações aconteciam no antigo Salão Paroquial, onde, posteriormente, funcionaram os cines Rosário e Marabá. Além de O Órfão de Genebra, escreveu O Cego do Paraguai (drama), O Espelho da Tia, Nem Bem Morto e Já Esfolado (comédias) e dezenas de esquetes.

Encontrou algum erro?

Envie uma correção

EFEMÉRIDES
Em 16 de junho de ...
1927 Nascia em Jundiaí o escritor jurídico e fotógrafo amador Walter Campaz.
1952 Nascia em Morungaba-SP a contista, cronista e artista plástica Maria Helena de Paula Gomes Dias (Lena).
1966 Falecia em Jundiaí, aos 73 anos, o professor João Duarte Paes.
1982 Falecia em Jundiaí, aos 47 anos, o professor, jornalista e radialista Nelson Álvaro de Figueiredo Brito.
1987 Falecia em Jundiaí, aos 83 anos, o intelectual autodidata Walter Gossner.    
2023 Falecia em Jundiaí, aos 82 anos, o advogado, radialista e professor universitário Reinaldo Ferraz de Barros Basile.

Saiba mais sobre estes e outros personagens, instituições e fatos ligados às Artes, à Cultura e à História de Jundiaí navegando pela nossa Enciclopédia Digital.

Acompanhe nossas Redes sociais
Parceiros

Copyright © 2021 Jundipedia. Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por PROJECTO