LUIZ, ÉMERSON EDUARDO

(Jundiaí, 1/2/1971 +São Paulo, 20/7/2001) – Ilustrador e criador de histórias em quadrinhos e livros infantis. Iniciou seus estudos em artes plásticas em 1987, cursando Desenho e Pintura com Issis Martins Roda. Participou, nesse período, de eventos culturais e exposições em Jundiaí. Após concluir um curso de roteiro, em 1990, passou a trabalhar como roteirista e desenhista de histórias em quadrinhos. Foi vice-presidente da Associação dos Artistas Plásticos de Jundiaí, na gestão de 1991/92, período em que colaborou na organização de vários eventos. Ingressou na Universidade de Campinas em 1992, e bacharelou-se em 1996, na Área de Artes Plásticas. Em 1993 passou a fazer parte do corpo docente do Senac, ministrando cursos de Desenho e História em Quadrinhos nas unidades de Jundiaí e de Campinas. Dentro dessa instituição, organizou diversos eventos, como o Salão Nacional de HQ/Senac e o Salão Senac de Histórias em Quadrinhos, realizados, respectivamente, em 1993 e 1994. Como ilustrador publicitário, trabalhou para diversas agências de Jundiaí e de São Paulo. Em busca de atualização e novos conhecimentos em sua área, participou de congressos e seminários, como o simpósio Arte Ciência, promovido pela USP em 1995, e o Arte/Cidade, desenvolvido na Estação Júlio Prestes, em São Paulo, também em 1995. Em 1996, atuou na organização das exposições: Prestenção – realizada no Centro de Convivência Cultural – e Traços e Desígnios, no Espaço de Arte Senac, em Campinas, e foi membro da comissão organizadora da mostra de arte comemorativa da reinauguração do Teatro Polytheama. Prestou serviços à Editora Lazulli, na capital, e à Literarte, em Jundiaí, na criação e ilustração de livros. Participou das seguintes exposições coletivas: 1988 – Projeto Jundiaí Hoje (Museu Histórico e Cultural de Jundiaí); Festival de Cultura (Casa da Cultura de Jundiaí); 1989 – Exposição de Pinturas e Desenhos (Casa da Cultura de Jundiaí); 1991 – Mostra do grupo Art’s Dream (Casa da Cultura de Jundiaí e Sociedade Recreativa Itupeva-SP); Festival de Desenho (Casa da Cultura de Jundiaí); I Salão Nacional do Humor de Jundiaí (Centro das Artes); 1992 – Prima Maia (Instituto de Artes da Universidade Estadual de Campinas-SP); II Mostra do Projeto O Poeta é Você (Casa de Cultura de Jundiaí); Images About Youth’s World: Sound Trendes and Feelings (La Testata, Arezzo, Itália); I Mostra Internacional de Arte Postal Reciclat (Teller del Sol, Terragona, Espanha); 1993 – II Bienal Internacional de Histórias em Quadrinhos (Centro Cultural dos Correios, Rio de Janeiro); Coletiva de Artes Plásticas (Paineiras Center, Jundiaí); 1994 – Semana Cultural (Centro das Artes, Jundiaí); 1995 – Hiroshima, Nagasaki (Instituto de Filosofia e Ciências Humanas da Universidade de Campinas-SP); Propostas de Desenho (Galeria de Arte da Unicamp, Campinas-SP); 1996 – Tribás (Faculdade de Arquitetura e Urbanismo PUC-Campinas-SP); 3 Cannis – Exposição de Pinturas (Paço do Artista, Centro de Comunicação e Artes In Touch, Campinas-SP); Mostra de Formandos (Galeria de Arte da Unicamp, Campinas-SP). Performances: 1995 – Movimentos, Desenho e Dança – Arte Universidade (Estações: Consolação, Paraíso e Ana Rosa – Secretaria de Estado dos Transportes Metropolitanos (São Paulo); Movimentos: Desenho e Dança – Arte Universidade (Estações: República, Santa Cecília e Barra Funda – Secretaria de Estado dos Transportes Metropolitanos (São Paulo); 1996 – Happening – Trilhas’Bar (Campinas-SP); 1997 – Action Painting – Unicamp em Revista (Universidade Estadual de Campinas-SP). Individual: 1998 – Gabinete de Leitura Ruy Barbosa (Jundiaí). Obras publicadas: Capa do livro O Ditador dos Emboadas, de Euler R. Buzá Faro (Ed. Literarte, Jundiaí, 1991); Capa do livro Um Filho Muito Especial, de Maria Aparecida Pereira (Ed. Literarte, Jundiaí, 1995); Ilustrações do livro Poeta Aprendiz (Companhia Lazulli, São Paulo, 1999), criação e ilustração do livro A Cor tem Alma (Companhia Lazulli, São Paulo, 1999, coautoria); Capa do Anuário Jundiaiense de Artes Plásticas-98 (Ed. Literarte, Jundiaí, 1998). Émerson faleceu prematuramente, em acidente automobilístico. É citado no Anuário Jundiaiense de Artes Plásticas, edições de 1997, 1998 e 1999.

Páginas de A Cor Tem Alma.
Encontrou algum erro?

Envie uma correção

EFEMÉRIDES
Em 13 de julho de ...
1885 Nascia em Penta, distrito de Salermo, Itália, Domingos Bisogni, fundador da Associação dos Alfaiates de Jundiaí.
1934 Nascia em Itatiba-SP a pintora e ceramista Helena Garcia.
1947 Nascia em Jundiaí o músico Antonio Marques (Toninho Marques).
1967 Falecia em Jundiaí, aos 42 anos, o diretor teatral Irineu Tromboni.
1981 Falecia em Pindamonhangaba-SP, o artista circense, humorista de rádio e cineasta Amácio Mazzaropi.
1982 Falecia em Jundiaí o pintor Orlando Rômulo Paschoal, participante do I Salão Jundiaiense de Belas Artes.

Saiba mais sobre estes e outros personagens, instituições e fatos ligados às Artes, à Cultura e à História de Jundiaí navegando pela nossa Enciclopédia Digital.

Acompanhe nossas Redes sociais
Parceiros

Copyright © 2021 Jundipedia. Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por PROJECTO