GUEDES, OCTÁVIO DE SÁ GURGEL

(Senador Pompeu-CE, 29/7/1909) – Foi vigário da Paróquia de Vila Arens, fundador do Círculo Operário Jundiaiense, assistente eclesiástico da Federação dos Círculos Operários do Estado de São Paulo/Divisão do Interior, orientador social do Sesi, diretor do jornal A Folha e responsável pela implantação e funcionamento da primeira emissora de rádio de Jundiaí, a Rádio Difusora Jundiaiense, colocada no ar em 26 de junho de 1946. Padre Octávio iniciou seus estudos no Colégio de São Francisco, de Canindé, de onde seguiu para o Seminário de Fortaleza, a fim de preparar-se para a carreira religiosa. Frequentou, em seguida, o Seminário de São José, na cidade de Crato, onde recebeu o hábito da Congregação Salvatoriana. Feito o noviciado no Colégio Salvatoriano de Vila Arens, em Jundiaí, concluiu o curso filosófico em Perdizes e o teológico no Seminário Salvatoriano de Indianópolis. Recebeu a tonsura em 30 de julho de 1933, em Santa Efigênia; o subdiaconato em 10 de março; o diaconato em 21 de julho e as ordens menores em 29 de julho de 1934, no Seminário do Ipiranga. Designado, em 30 de novembro, para servir à Ordem Salvatoriana em Jundiaí, celebrou sua primeira missa na Matriz de N. S. da Conceição de Vila Arens em 1º de dezembro de 1935. Em 11 de fevereiro de 1940 foi empossado como pároco da mesma freguesia. Lecionou latim e grego nos dois ciclos do antigo Ensino Secundário e publicou a obra intitulada Santa Clara, versando sobre a história dessa santa. Padre Octávio de Sá Gurgel permaneceu à frente da Rádio Difusora até maio de 1947, quando foi chamado ao Rio de Janeiro para substituir o Superior da Ordem Salvatoriana, que estava em viagem para a Europa. Para o seu lugar, foi então designado o Padre Adalberto de Paula Nunes, que assumiu, simultaneamente, o vicariato na Vila Arens e a superintendência da emissora. Em 1950, por incumbência de sua Ordem, Padre Octávio transferiu-se para Jaguarão, no Rio Grande do Sul, onde, além do vicariato, assumiu o cargo de diretor do ginásio estadual. Alguns anos depois, deixando a batina, constituiu família e foi estabelecer-se na cidade de Pelotas, como advogado e empresário do setor educacional.

Encontrou algum erro?

Envie uma correção

EFEMÉRIDES
Em 24 de abril de ...
1875 Nascia em Petrópolis-RJ o músico Eduardo Tomanik.  
1929 Nascia em Jundiaí o cantor Durval de Brito Salles.
1957 Nascia em Jundiaí o violeiro e violonista Lázaro Purgato, conhecido como Corvo Branco ou Corvo Campeiro.
1959 Nascia em Itatiba-SP a pintora Elisabeth Fontana Suzan.
1971 Nascia em Jundiaí Débora Emi Mitsunaga, a primeira brasileira descendente de japoneses a ser eleita Miss Nikkey Internacional.
1976 Nascia em Campinas-SP o músico Christian Ricardo Guerreira dos Reis.
1985 Nascia em Jundiaí o ator e diretor teatral Ricardo Luiz Grasson.
1985 Nascia em Jundiaí o ator e diretor teatral Ricardo Luiz Grasson.
1985 Nascia em Jundiaí o ator e diretor teatral Ricardo Luiz Grasson.
1985 Nascia em Jundiaí o ator e diretor teatral Ricardo Luiz Grasson.

Saiba mais sobre estes e outros personagens, instituições e fatos ligados às Artes, à Cultura e à História de Jundiaí navegando pela nossa Enciclopédia Digital.

Acompanhe nossas Redes sociais
Parceiros

Copyright © 2021 Jundipedia. Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por PROJECTO