GENOVESE, GLÓRIA DA SILVA ROCHA

(Jundiaí, 5/3/1917 +24/7/1971) – Bailarina e cenógrafa. Filha do capitão Joaquim da Silva Rocha e Luiza Bloch da Silva Rocha, Glória Rocha – ou professora Glorinha, como também foi chamada – cursou o antigo Ginásio Estadual e Escola Normal de Jundiaí e fez sua iniciação artística com o professor Patrizi, estudando danças clássicas e folclóricas. Continuou seus estudos com Mr. Ascott, ex-professor do Instituto Sannitas, de São Paulo, maitre de balé de diversas escolas europeias e americanas, e depois foi aluna de Chinita Ullman e Kitty Bordenhein, dois importantes nomes da arte clássica e coreográfica. Completou seus estudos de coreografia em 1953, sob orientação da renomada bailarina Assia Krosown, ex-integrante do Ballet de Berlin. Durante 26 anos, foi professora do Curso de Ballet do Conservatório Musical de Jundiaí, criando, nessa época (década de 40), o Ballet Jundiaiense – grupo composto por crianças e jovens, que se tornou famoso, apresentando seus espetáculos nos principais centros culturais do Estado de São Paulo. Também ministrou cursos nos conservatórios Carlos Gomes e Santa Cecília, em Campinas; no Conservatório Dramático de Piracicaba; na Escola de Artes e Ballet de Araraquara e nas academias de artes de Limeira, de Amparo e de Araras. Foi, ainda, professora primária na antiga Escola da Argos e deu aulas particulares de desenho, pintura e decoração, além de dirigir o Instituto de Orientação Artística, onde manteve cursos para crianças surdas mudas e para as meninas órfãs do Educandário Nossa Senhora do Desterro.  Com seu grupo de ballet, Glória Rocha organizou e montou dezenas de festivais no Cine Theatro Polytheama, com renda sempre revertida em favor de entidades assistenciais. Também, graças ao seu prestígio e esforços, Jundiaí teve oportunidade de apreciar diversos espetáculos internacionais, como a apresentação da Banda de Caçadores do Tirol, que aqui esteve para a abertura da 1ª Festa da Uva, em 1934. Em 1955, foi ela uma das principais organizadoras dos festejos do III Centenário da cidade. Glória Rocha foi casada três vezes. Do seu primeiro casamento, com Olívio Gáspari, nasceram seus filhos Maria Luíza Müller (Marilu), Tito Lívio e Claudius Marcelus. Quando faleceu, em 1971, estava casada com Oswaldo Genovese. Em reconhecimento à sua contribuição no desenvolvimento cultural e artístico da cidade, Glória Rocha teve o seu nome atribuído a uma das escolas estaduais de Jundiaí e também à sala de concertos e espetáculos do Centro das Artes.

Encontrou algum erro?

Envie uma correção

EFEMÉRIDES
Em 24 de junho de ...
1905 Nascia em Jundiaí o ator Pompeu Perdiz.
1912 Nascia em Itatiba Luiz Latorre, empresário e ex-prefeito de Jundiaí.
1946 Entrava no ar a Rádio Difusora Jundiaiense.
1971 Nascia em Jundiaí a artista plástica Leila Alves Lopes.

Saiba mais sobre estes e outros personagens, instituições e fatos ligados às Artes, à Cultura e à História de Jundiaí navegando pela nossa Enciclopédia Digital.

Acompanhe nossas Redes sociais
Parceiros

Copyright © 2021 Jundipedia. Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por PROJECTO