DOMICIANO, MAURÍLIO

Ator. Cursou a Escola de Arte Dramática de Jundiaí (1993/94), a Escola Parthenon (São Paulo, 1996); Oficina de Teatro-Circo, com o grupo boliviano Teatro de Los Andes (Centro Cultural São Paulo, 1998); workshop com grupos do Mercosul sobre processos de montagem (1999); oficina de direção teatral com Ednaldo Freire (2000), Curso de Cinema com Wilson Rodrigues (W.R. Produções) e José Mojica Marins (Teatro Mars-Bexiga, São Paulo, 2000) e fez estudos sobre a vida e obra de Bertolt Brecht com Marcos Ribeiro (Cia. dos Jesuítas, Pátio do Colégio, São Paulo, 2000/2002). Atuou nas peças A Peste (1994, direção de Jacqueline Duran); Salo Salomé (1995, direção de Diego Aramburo); Um Brasileiro (1996 a 2002, direção de Sérgio Carvalho e Janaína Pinheiro); Jesus Homem (1999/2000, direção de Jéfferson Primo); Ruan Darien (1998, direção de Cézar Brie); Murchay Puytu (1999, direção de Sérgio Carvalho); Madame Blavatsky (2000, direção de Jéfferson Primo); Anchieta, Vida e Obra (2001, direção de Denise Del Vecchio); O Evangelho Segundo João Batista (2002, direção de Marcos Ribeiro). Tomou parte na Semana Carlos Drummond de Andrade (2002) e na Semana João Cabral de Mello Neto (2003), com dramatização de poemas. Também teve atuação nos filmes O Cangaceiro, a série (1999, direção de Anselmo Massaini e Carlos Coimbra) e Carandiru (2002, direção de Hector Babenco), integrando o elenco de apoio. Foi finalista do Festival de Monólogos de Jundiaí, com a oficina de bonecos Um Brasileiro, de Sérgio Carvalho, que, em seguida, foi apresentada no Festival de Monólogos de Piedade (SP), conquistando vários prêmios. Ministrou cursos de teatro no Clube Beneficente e Recreativo 28 de Setembro (1999/2000) e na Associação Atlética Ipiranga (2001) e desenvolveu projeto junto à Casa Dia (Centro de Reabilitação para Jovens com Dependência Química), com leituras dramáticas, incluindo os textos Uruburama (de Luís Galdino), Navalha na Carne (Plínio Marcos), Prometeu Acorrentado (de Ésquilo), Balada de um Palhaço (de Plínio Marcos), Anti-Nelson (de Nelson Rodrigues) e Entre Quatro Paredes (de Jean Paul Sartre).

Encontrou algum erro?

Envie uma correção

EFEMÉRIDES
Em 24 de junho de ...
1905 Nascia em Jundiaí o ator Pompeu Perdiz.
1912 Nascia em Itatiba Luiz Latorre, empresário e ex-prefeito de Jundiaí.
1946 Entrava no ar a Rádio Difusora Jundiaiense.
1971 Nascia em Jundiaí a artista plástica Leila Alves Lopes.

Saiba mais sobre estes e outros personagens, instituições e fatos ligados às Artes, à Cultura e à História de Jundiaí navegando pela nossa Enciclopédia Digital.

Acompanhe nossas Redes sociais
Parceiros

Copyright © 2021 Jundipedia. Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por PROJECTO