CASTANHO, AMAURY

(Distrito de Sousas, Campinas-SP, 19/9/1927) – Terceiro bispo diocesano de Jundiaí. D. Amaury Castanho fez o curso primário em Sousas e o secundário no Seminário Diocesano Santa Maria, de Campinas, onde estudou de 1940 a 1943. A sua formação superior foi realizada na Pontifícia Universidade Gregoriana, de Roma, onde se licenciou em Filosofia em 1947, e em Teologia em 1951. Foi ordenado presbítero na Igreja do “Gesù”, em Roma, a 7/10/1951. Retornando ao Brasil, foi, seguidamente, de 1952 a 1968,  professor, secretário geral e diretor da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras, chegando a exercer, de fato, em várias oportunidades, a vice-Reitoria da então Universidade Católica de Campinas, atual Puccamp. Foi Vigário Coadjutor das Paróquias de São Cristóvão, do Bairro da Luz e de Nossa Senhora da Consolação, em São Paulo, de 1969 a 1974, quando organizou a Comunidade de Jovens e as Equipes de Casais. Episcopado: Em 21/7/1976 D. Amaury Castanho foi eleito Bispo Auxiliar de Sorocaba pelo Papa Paulo VI, dando-se a sua sagração em 7/10 do mesmo ano, pelo então Arcebispo Metropolitano de Campinas, Dom Antonio Maria Alves da Siqueira, quando completava 25 anos de ordenação presbiterial. Tomou posse em Sorocaba no mesmo mês, ficando no cargo até 1979. Em 25/1/1980 tomou posse como Bispo Diocesano de Valença (RJ), onde permaneceu por nove anos. Em 21/4/1989, por nomeação do Papa Paulo VI, a pedido de Dom Roberto Pinarello de Almeida, D. Amaury foi transferido para a Diocese de Jundiaí, como Bispo Coadjutor. Tomou posse perante o Conselho Diocesano de Presbíteros e do Colégio de Consultores na Residência Episcopal em 30/6/1989 e celebrou a sua missa de apresentação no dia 1º de junho, na Catedral de Nossa Senhora do Desterro. Depois de ser transferido para Itu, onde permaneceu por quatro anos, retornou a Jundiaí e em 2 de outubro de 1996 foi nomeado como terceiro Bispo da Diocese local. Celebrou a sua missa solene de posse no dia 6 de outubro, quando comemorava 46 anos de sacerdócio e 20 de episcopado. Atividades jornalísticas: Jornalista registrado desde 1952, D. Amaury Castanho foi redator (1962), diretor de redação e administrador (de 1963 a 1968) do semanário A Tribuna, da Arquidiocese de Campinas; em 1966 lançou o tablóide O Verbo, e de 1969 a 1974 foi coordenador da Pastoral dos Meios de Comunicação da Arquidiocese de São Paulo, nos cardinalatos de D. Agnello Rossi e D. Paulo Evaristo Arns. Durante os seus anos de  serviço como jornalista junto à Arquidiocese de São Paulo, foi diretor de redação de O São Paulo e organizou o Centro de Informações Eclesiais (agência católica de notícias, criada em 1969)), com um boletim semanal de dez páginas mimeografadas com editorial e noticiário da Arquidiocese, do Brasil e da Igreja no mundo. Mesmo depois de eleito Bispo Auxiliar de Sorocaba, Diocesano de Valença, Coadjutor e Diocesano de Jundiaí, D. Amaury continuou exercendo o jornalismo, tendo produzido artigos para vários jornais e revistas, bem como para diversas emissoras de rádio, como a  Convenção de Itu, a Aparecida, a Cidade de Jundiaí e a Vale do Tietê, da cidade de Salto. Foi um dos fundadores da União Cristã Brasileira de Comunicadores (UCBC), quando em serviço na Arquidiocese de São Paulo. De 1972 a 1974, manteve na TV Record de São Paulo o programa Missa Dominical. Organizou, em 1993, o Centro Regional de Recursos Áudio-Visuais Catequéticos da cidade de Itu, com 350 vídeos, discos, fitas, mapas, textos catequéticos e aparelhos. Escreveu artigos semanais para jornais e rádios das cidades de Brasília (Correio Brasiliense), Campinas (Correio Popular), Sorocaba (Diário de Sorocaba), Jundiaí (Jornal de Jundiaí, Jornal da Cidade) e em vários semanários de Itu, Salto e Louveira. Títulos: Doutor Honoris Causa, pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas; Cidadão Honorário de Jundiaí e Itu; Membro da Academia de Letras de Itu. Livros publicados: Poliantéia da Arquidiocese de Campinas (1956); Direitos Humanos – Aspiração ou Realidade?, (Ed. Loyola, 1973); Família, Hoje e Amanhã (Ed. Paulinas, 1975); Iniciação à Leitura da Bíblia (Ed. Santuário, Aparecida-SP, 1977); Preparação de Ministros Extraordinários da Eucaristia (1983); Diocese de Valença – 60 anos de Evangelização (1985); Caminhos das CEBS no Brasil – Uma Análise Crítica (Agir Editora-RJ, 1987); Afetividade e Sexualidade Humana no Plano de Deus (Ed. Ottoni, Itu-SP, 1995); Presença da Igreja no Brasil (Gráfica Jundiaí Ltda, 1998). Cartas episcopais: Saudações – Evangelização (1980); O Problema Vocacional (1981); Presente e Futuro da Família (1982); Evangelização da Cidade (1983); Juventude, Esperança da Igreja, Futuro do Mundo (1984), Saudações – Evangelização Rumo ao Novo Milênio (1996); Primado e Senhorio do Senhor Jesus (1998). Outras publicações: Projeto Diocesano de Evangelização Rumo ao Novo Milênio (1996); Diocese de Jundiaí – Uma Igreja Rumo ao Novo Milênio (1997); Normas e Diretrizes Pastorais Diocesanas (1998); A Igreja Através dos Tempos – Do Fundador a João Paulo II (livro lançado em 2001, no 50º aniversário de sua ordenação sacerdotal e 25º de episcopado), e A Serviço do Evangelho de Deus, lançado em abril de 2004. Após completar 75 anos, D. Amaury aposentou-se do clero – conforme orientação da Santa Sé – e em 15 de fevereiro de 2004 foi substituído por D. Gil Antonio Moreira no comando da Diocese de Jundiaí.

Encontrou algum erro?

Envie uma correção

EFEMÉRIDES
Em 24 de abril de ...
1875 Nascia em Petrópolis-RJ o músico Eduardo Tomanik.  
1929 Nascia em Jundiaí o cantor Durval de Brito Salles.
1957 Nascia em Jundiaí o violeiro e violonista Lázaro Purgato, conhecido como Corvo Branco ou Corvo Campeiro.
1959 Nascia em Itatiba-SP a pintora Elisabeth Fontana Suzan.
1971 Nascia em Jundiaí Débora Emi Mitsunaga, a primeira brasileira descendente de japoneses a ser eleita Miss Nikkey Internacional.
1976 Nascia em Campinas-SP o músico Christian Ricardo Guerreira dos Reis.
1985 Nascia em Jundiaí o ator e diretor teatral Ricardo Luiz Grasson.
1985 Nascia em Jundiaí o ator e diretor teatral Ricardo Luiz Grasson.
1985 Nascia em Jundiaí o ator e diretor teatral Ricardo Luiz Grasson.
1985 Nascia em Jundiaí o ator e diretor teatral Ricardo Luiz Grasson.

Saiba mais sobre estes e outros personagens, instituições e fatos ligados às Artes, à Cultura e à História de Jundiaí navegando pela nossa Enciclopédia Digital.

Acompanhe nossas Redes sociais
Parceiros

Copyright © 2021 Jundipedia. Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por PROJECTO