CASA DA CULTURA DE JUNDIAÍ

Inaugurada em 9/8/1985, a Casa da Cultura de Jundiaí surgiu como órgão e sede da Coordenadoria Municipal de Cultura e Turismo, tendo como principal função a de incentivar e promover a divulgação da música, da dança, das artes plásticas, literatura, teatro, cinema, folclore, artesanato, patrimônio histórico, filatelia, numismática, mineralogia e demais áreas ligadas ao setor. Nos seus primeiros 15 anos de existência, a Casa da Cultura ocupou o prédio localizado à Rua Marechal Deodoro da Fonseca, 321, pertencente à antiga Cia. Paulista de Estradas de Ferro e cedido em comodato à Prefeitura Municipal. Ali foram abrigadas mais de uma dezena de entidades – que antes eram sediadas no Centro Cultural Bandeirantes –, além da própria Coordenadoria e seus setores administrativos. O salão do piso térreo, com 120 m2, foi inicialmente destinado a exposições, como a de presépios, sendo posteriormente ocupado pela Associação Nosso Senhor do Bonfim, para o ensino de capoeira. O piso superior, com 1.108 m2, além de abrigar o setor administrativo, contou com salas de música, literatura, filatelia e artes plásticas, um saguão de exposições, onde também funcionaram dezenas de oficinas artesanais, além de um auditório com capacidade para 120 pessoas, que servia como auditório por ocasião de conferências, palestras, cursos e solenidades cívicas ou entrega de premiações, e para ensaios de grupos teatrais. Em 2001, já absorvida pela Secretaria Municipal de Educação, a Casa da Cultura de Jundiaí teve as suas instalações transferidas para o segundo piso do prédio do Banco do Estado de São Paulo, na Rua Barão de Jundiaí, onde mantém o mesmo esquema de funcionamento, oferecendo, embora em um espaço menor, maior conforto aos seus ocupantes e aos agitadores culturais que a procuram em busca de apoio para os seus projetos.

Encontrou algum erro?

Envie uma correção

EFEMÉRIDES
Em 14 de junho de ...
1898 Falecia em Jundiaí, aos 56 anos, Antonio Damásio Santos, o primeiro jundiaiense nato a administrar a cidade com o título de intendente.
1912 Nascia em Jundiaí o pintor Arthêmio Matiazzo.
1924 Nascia em Milão, Itália, o fotógrafo Lívio Tagliacarne.
1928 Nascia no Rio de Janeiro a poetisa Hilda Santos da Silva.
1936 Nascia em Jundiaí o professor e engenheiro naval Dayr Schiozer.
1965 Nascia em Jundiaí a pintora Isabel Cristina Baptistella Araújo.
1986 Falecia em Jundiaí, aos 94 anos, a professora e poetisa Maria de Toledo Pontes.
2003 Falecia em Jundiaí, aos 73 anos, o artista plástico Issis Martins Roda.

Saiba mais sobre estes e outros personagens, instituições e fatos ligados às Artes, à Cultura e à História de Jundiaí navegando pela nossa Enciclopédia Digital.

Acompanhe nossas Redes sociais
Parceiros

Copyright © 2021 Jundipedia. Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por PROJECTO