CAMPOS, JOÃO LUIZ DE

Professor. Foi o primeiro professor a lecionar para rapazes e moças na antiga Escola de Comércio Prof. Luiz Rosa. Em 1931, presidiu, em Jundiaí, a comissão de amigos, ex-alunos e colaboradores do professor Luiz Rosa, pela qual foi mandado construir, no Cemitério Municipal Nossa Senhora do Desterro, o mausoléu em homenagem a esse educador. João Luiz de Campos foi, também, proprietário e diretor do antigo Colégio D. Pedro II, que funcionou na Rua do Rosário, no prédio onde hoje se encontra instalado o Grande Hotel. Além de dirigir sua escola, ele lecionou particularmente diversas disciplinas, como Contabilidade, Matemática, Economia Política, Português, Inglês, Francês, Latim e Grego, preparando para a vida profissional e acadêmica inúmeros jundiaienses. Cessado o trabalho docente, João Luiz de Campos dedicou-se à conclusão do Grande e Novíssimo Dicionário da Língua Portuguesa, obra iniciada por Laudelino Freitas e lançada pela Editora A Noite, do Rio de Janeiro, cidade onde passou os últimos anos de sua vida.

Encontrou algum erro?

Envie uma correção

EFEMÉRIDES
Em 14 de junho de ...
1898 Falecia em Jundiaí, aos 56 anos, Antonio Damásio Santos, o primeiro jundiaiense nato a administrar a cidade com o título de intendente.
1912 Nascia em Jundiaí o pintor Arthêmio Matiazzo.
1924 Nascia em Milão, Itália, o fotógrafo Lívio Tagliacarne.
1928 Nascia no Rio de Janeiro a poetisa Hilda Santos da Silva.
1936 Nascia em Jundiaí o professor e engenheiro naval Dayr Schiozer.
1965 Nascia em Jundiaí a pintora Isabel Cristina Baptistella Araújo.
1986 Falecia em Jundiaí, aos 94 anos, a professora e poetisa Maria de Toledo Pontes.
2003 Falecia em Jundiaí, aos 73 anos, o artista plástico Issis Martins Roda.

Saiba mais sobre estes e outros personagens, instituições e fatos ligados às Artes, à Cultura e à História de Jundiaí navegando pela nossa Enciclopédia Digital.

Acompanhe nossas Redes sociais
Parceiros

Copyright © 2021 Jundipedia. Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por PROJECTO