VICENTINI, PAULO

Historiador e ex-diretor do Museu Histórico e Cultural de Jundiaí. Depois de tornar-se especialista em transportes urbanos, Paulo Vicentini formou-se pela Pontifícia Universidade Católica e dedicou-se ao campo da História. Coordenou, no início da década de 90, uma pesquisa sobre a comunidade do bairro do Traviú (Jundiaí) e suas características endogâmicas. A pesquisa acabou sendo transformada em um CD-ROM que, ao lado do livro do arquiteto Eduardo Carlos Pereira sobre o Núcleo Colonial Barão de Jundiaí, tornou-se uma bibliografia sobre a imigração italiana na cidade. Trabalhou no Museu Histórico e Cultural de Jundiaí como assistente do historiador Geraldo Barbosa Tomanik e, em 1996, com a mudança da administração, foi nomeado para o posto de diretor da instituição. Reformulou algumas linhas de trabalho, além de aspectos físicos, colaborando na manutenção de acervos como o do antropólogo e arqueólogo Walter Fagundes Morales, que tratam dos indícios de cultura material e da escravidão indígena na região. Estudioso de geopolítica, também organizou uma série de debates sobre aspectos da cultura brasileira e da realidade jundiaiense. Em 2003, afastou-se do cargo, viajando para a China, onde trabalhou na Rádio de Pequim, apresentando programas dirigidos aos países de língua portuguesa. De volta a Jundiaí, foi nomeado diretor do Departamento de Museus da Unidade de Gestão de Cultura.

Encontrou algum erro?

Envie uma correção

EFEMÉRIDES
Em 21 de abril de ...
1937 Nascia em Jundiaí o cantor Jurandir Edgard Casellato.

Saiba mais sobre estes e outros personagens, instituições e fatos ligados às Artes, à Cultura e à História de Jundiaí navegando pela nossa Enciclopédia Digital.

Acompanhe nossas Redes sociais
Parceiros

Copyright © 2021 Jundipedia. Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por PROJECTO