ROMERO, IÓLICE

Cantor e ritmista. Morando em Campo Limpo Paulista, costumava frequentar rodas de choro em casas de amigos, e nessas ocasiões foi desenvolvendo o gosto pelo ritmo e também aprendendo um pouco dos instrumentos. Em 1950, quando se mudou para Jundiaí comprou um pandeiro, com o qual acabou ingressando na City Swing, orquestra na qual permaneceu durante cinco anos, tocando e cantando. Tocou, também, no conjunto de Toninho Pellicciari, ao tempo em que este animava os jantares no restaurante Mil e Uma Noites. Foi dono do Birinights, bar que se localizava na Rua Secundino Veiga, onde os músicos da cidade se revezavam em apresentações.

Encontrou algum erro?

Envie uma correção

EFEMÉRIDES
Em 13 de julho de ...
1885 Nascia em Penta, distrito de Salermo, Itália, Domingos Bisogni, fundador da Associação dos Alfaiates de Jundiaí.
1934 Nascia em Itatiba-SP a pintora e ceramista Helena Garcia.
1947 Nascia em Jundiaí o músico Antonio Marques (Toninho Marques).
1967 Falecia em Jundiaí, aos 42 anos, o diretor teatral Irineu Tromboni.
1981 Falecia em Pindamonhangaba-SP, o artista circense, humorista de rádio e cineasta Amácio Mazzaropi.
1982 Falecia em Jundiaí o pintor Orlando Rômulo Paschoal, participante do I Salão Jundiaiense de Belas Artes.

Saiba mais sobre estes e outros personagens, instituições e fatos ligados às Artes, à Cultura e à História de Jundiaí navegando pela nossa Enciclopédia Digital.

Acompanhe nossas Redes sociais
Parceiros

Copyright © 2021 Jundipedia. Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por PROJECTO