MARTINS, WALMOR BARBOSA

Guaranésia-MG, 9/4/1930 – Jundiaí, 6/1/2023 – Advogado e ex-prefeito de Jundiaí. Filho do farmacêutico João Martins Filho e de D. Alvarina Barbosa, Walmor Barbosa Martins cursou Técnico em Contabilidade na antiga Escola de Comércio Prof. Luiz Rosa e fez Direito na Pontifícia Universidade Católica de Campinas. Em 1956, ingressou na vida pública, candidatando-se a uma cadeira na Câmara Municipal. Eleito primeiro suplente da bancada do seu partido, o antigo PSP, Walmor foi empossado como vereador em 1958, e, a partir daí, passou a projetar-se cada vez mais no cenário político local, ao ponto de reeleger-se mais duas vezes para o Legislativo e credenciar-se como candidato à chefia do Executivo em 1968, quando venceu nas urnas o ex-prefeito e ex-deputado Omair Zomignani, em uma das eleições mais acirradas da história política de Jundiaí. Depois de cumprir o mandato que então lhe foi outorgado, de 1969 a 1972, Walmor só voltou à disputa eleitoral em 1988, quando conquistou o seu segundo mandato à frente do Executivo Municipal, cumprido no período de 1989 e 1992. Além de determinar a dragagem e o desassoreamento dos rios e córregos do município, a fim de impedir a repetição de enchentes como as ocorridas no início do seu mandato, quando foi obrigado a decretar estado calamidade pública no município –, Walmor criou o Departamento de Águas e Esgotos (DAE), fez construir o atual prédio da Câmara Municipal, municipalizou o Hospital São Vicente de Paulo, criou o Pronto Socorro e o Serviço Funerário Municipal, a Escola Superior de Educação Física e a Faculdade de Medicina de Jundiaí. Também iniciou a implantação da rede municipal de pré-ensino, com a construção da EMEI Luiz Bárbaro, e implantou no município o Distrito Industrial. Na sua segunda gestão, entre outras realizações, Walmor implantou a Avenida União dos Ferroviários no antigo leito da Estrada de Ferro Sorocabana, construiu e inaugurou no bairro da Colônia o Centro Esportivo Dr. Romão de Souza e dotou Jundiaí do atual Velório Municipal Adamastor Fernandes.

Encontrou algum erro?

Envie uma correção

EFEMÉRIDES
Em 20 de julho de ...
1885 Nascia em Itu-SP o músico e maestro José Maria dos Passos.
1938 Falecia em Jundiaí, aos 63 anos, o médico Domingos Anastasio.
1947 Falecia em Jundiaí, aos 41 anos, o Professor João Muto.
2001 Falecia em São Paulo, aos 30 anos, o ilustrador e criador de histórias em quadrinhos e livros infantis Émerson Eduardo Luiz.
2002 Falecia em Jundiaí o ritmista Island Júnior.
2003 Falecia em Jundiaí, aos 90 anos, o violonista amador José Levada. Falecia em Jundiaí, aos 90 anos, o violonista amador José Levada.
2019 Falecia em Jundiaí o metalúrgico, radialista e ex-vereador Rolando Giarola.

Saiba mais sobre estes e outros personagens, instituições e fatos ligados às Artes, à Cultura e à História de Jundiaí navegando pela nossa Enciclopédia Digital.

Acompanhe nossas Redes sociais
Parceiros

Copyright © 2021 Jundipedia. Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por PROJECTO