INGLÊS DE SOUZA, JÚLIO SEABRA

(São Paulo, 3/7/1915 +Campinas-SP, 1998) – Engenheiro agrônomo e pesquisador. Filho de Adília Seabra e Octávio Inglês de Souza. Inglês de Souza diplomou-se em agronomia na Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (Piracicaba-SP), turma de 1935, e desempenhou suas atividades, desde 1936, no Instituto Agronômico de Campinas e nas estações experimentais de São Roque-SP e de Jundiaí. Foi um dos maiores especialistas brasileiros em viticultura e em enologia. Publicou cerca de 250 artigos em jornais e em revistas especializadas. Também teve vários livros editados, tais como: Cultura, Doenças e Pragas do Marmeleiro (coautoria com Raul Drummond Gonçalves – Ed. Chácaras e Quintais,1954); Cultura da Videira (Edições Melhoramentos, 1955); Origens do Vinhedo Paulista (Prefeitura Municipal de Jundiaí, 1959); Poda das Plantas Frutíferas (Edições Melhoramentos, 1963); Uvas Para o Brasil (coautoria com Edyl de Domênico Pinheiro & Antonio Ambrósio Amaro – Edições Melhoramentos, 1969) e Jundiaí: Lavradores e Lavouras de Antanho (Prefeitura Municipal de Jundiaí, 1962). Exerceu vários cargos na Secretaria da Agricultura do Estado de São Paulo, inclusive o de secretário substituto daquela pasta, no governo Laudo Natel. Aposentado do Instituto Agronômico em 1964, Inglês de Souza continuou ativo em várias funções, incluindo a de diretor executivo da Fundação Municipal de Ensino de Piracicaba. Também foi superintendente da revista Chácaras e Quintais, de 1952 a 1968. Sua grande contribuição científica à agricultura do País é representada pela Enciclopédia Agrícola Brasileira, em cuja organização se empenhou a partir de 1989, coordenando a redação dos verbetes, juntamente com Aristeu Mendes Peixoto e Francisco Ferraz de Toledo, ambos professores da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz. Os três primeiros volumes (letras A e B, C e D e E e F) já foram impressos, estando também pronto para impressão o quarto volume (letras G e H). Por seu vasto conhecimento científico e por sua produção literária especializada, Júlio Seabra Inglês de Souza foi membro da Academia Piracicabana de Letras e do Instituto Histórico e Geográfico de Piracicaba. Em Jundiaí, esteve ao lado de Alceu de Toledo Pontes, Antonio Raimundo de Oliveira, Guilherme Enfeldt e Plínio Martins Bonilha na Subcomissão do Marco Histórico, que em 1965 realizou estudos sobre o passado histórico da cidade.

Encontrou algum erro?

Envie uma correção

EFEMÉRIDES
Em 20 de julho de ...
1885 Nascia em Itu-SP o músico e maestro José Maria dos Passos.
1938 Falecia em Jundiaí, aos 63 anos, o médico Domingos Anastasio.
1947 Falecia em Jundiaí, aos 41 anos, o Professor João Muto.
2001 Falecia em São Paulo, aos 30 anos, o ilustrador e criador de histórias em quadrinhos e livros infantis Émerson Eduardo Luiz.
2002 Falecia em Jundiaí o ritmista Island Júnior.
2003 Falecia em Jundiaí, aos 90 anos, o violonista amador José Levada. Falecia em Jundiaí, aos 90 anos, o violonista amador José Levada.
2019 Falecia em Jundiaí o metalúrgico, radialista e ex-vereador Rolando Giarola.

Saiba mais sobre estes e outros personagens, instituições e fatos ligados às Artes, à Cultura e à História de Jundiaí navegando pela nossa Enciclopédia Digital.

Acompanhe nossas Redes sociais
Parceiros

Copyright © 2021 Jundipedia. Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por PROJECTO